Mês: janeiro 2019

10 Alimentos Detox para Emagrecer que não podem ficar de fora da Dieta!

Nosso organismo recebe muitos resíduos que podem sobrecarregá-lo diariamente como agrotóxicos, metais, aditivos químicos, tudo isso é proveniente daquilo que consumimos em nossas refeições, contamos com um sistema do próprio organismo para eliminar tais resíduos, mas também podemos consumir alimentos detox que ajudarão a eliminar esses produtos que causam toxicidade.

Os alimentos chamados detox ajudam tanto neste processo como para perda de peso, porém é preciso entender que o o que é chamado de alimentos detox na verdade são alimentos ricos em antioxidantes que defenderão o organismo dos radicais livres e fibras que farão o intestino funcionar melhor.

Estes alimentos favorecem a eliminação de líquidos por serem diuréticos e poderão acelerar o metabolismo porque alguns são termogênicos e tudo isso ajuda na perda de peso e na eliminação de toxinas, mas quem faz todo o trabalho de detoxificação são os rins, fígado, pulmões, sistema linfático.

Se o objetivo é emagrecer é preciso deixar bem claro que além de incluir estes alimentos, é necessário investir em uma alimentação equilibrada, fazer exercícios físicos regulares e procurar um médico para fazer exames específicos e um nutricionista para dar as devidas orientações.

Nunca se deve sair por aí fazendo dietas restritivas, que causarão frustração, angústia, muita fome e estresse, isso não vai ajudar ninguém, não é mesmo?

Nunca houve tantos tipos de dieta para emagrecimento e mesmo assim a porcentagem de obesos cresce no mundo, alguma coisa está errada não acham? As dietas restritivas contribuem com a obesidade sim e você vai entender o porquê mais adiante.

A melhor maneira de perder peso é tendo equilíbrio, bom senso e não fazer desta a coisa mais importante da vida.

Alimentos detox ajudam? É claro que sim e é sobre isso que falaremos neste post, por isso não saia daí!

Por que dietas restritivas são prejudiciais?

Como aqui gostamos de passar uma informação mais completa, antes de falarmos dos alimentos detox, vamos mostrar como a ciência comprova que dietas restritivas não ajudam emagrecer saudavelmente e ainda contribuem para o ganho de peso.

Dietas restritivas são aquelas onde se excluem vários alimentos, ou um grupo inteiro de alimentos como carboidratos.

A restrição alimentar só é necessária em casos como alergias alimentares como na doença celíaca onde é altamente prejudicial consumir alimentos com glúten por exemplo.

Quando não há necessidade de restrição organismo fica alterado e a fome aumenta após parar de fazer a dieta, o cérebro entende que há falta de comida e aumenta a vontade de comer aquilo que foi proibido e isso é uma porta de entrada para compulsões por doces por exemplo.

Leia também:
Receita de Suco Detox para Tomar a Noite

Receita de suco Detox Seca Barriga

Melhores horários para beber Suco Detox

Receita de Suco Detox para Emagrecer Rápido

Receitas de Suco Detox de Maracujá para Perder Peso

Receita: Suco Detox de Melancia com Gengibre para Emagrecer

Suco Detox Abacaxi: Receitas de Suco Detox para Perder Peso

Suco Detox de Couve com Limão e Gengibre para Emagrecer

20 Alimentos que ajudam na Perda de Peso

10 Alimentos para comer Antes de Dormir (para Hipertrofia Muscular)

O que comer antes do treino para emagrecer? (Principais Alimentos)

Ninguém consegue viver eternamente de dieta e isso é o que ocasiona o temido efeito sanfona, pois ao voltar para a alimentação original o organismo vai acumular as calorias perdidas no tempo de restrição e vai querer recuperar o tempo perdido aumentando a vontade daquilo que não pôde consumir naquele período.

Para que isso não aconteça é preciso eliminar a culpa em comer para comer com equilíbrio, sem exageros e sempre respeitando nossa fome e saciedade, além de entender quando temos fome fisiológica e quando a fome é emocional.

As dietas restritivas não dão certo porque o nosso sábio cérebro não permite a restrição alimentar por um longo período de tempo.

10 alimentos detox para ajudar na Perda de Peso

Todo mundo tem uma avó ou uma mãe que adora receitar chazinhos para vários tipos de problemas e muitos são realmente ótimos e como não poderia faltar na nossa lista o primeiro dos alimentos detox para emagrecer são alguns chás.

#1 – Chás
Chá de camomila: esta erva contribui para a diurese e serve também de calmante, tirando a ansiedade por comida e acalmando também o estômago.

Chá verde: rico em antioxidantes, protege o organismo dos radicais livres, é termogênico acelerando o metabolismo e também diurético.

Chá de cavalinha: evita o inchaço porque é diurético, aumenta a eliminação de líquidos.

Chá de carqueja: é antioxidante e diurético.

Chá de hibisco: tornou-se famoso por ser um ótimo diurético, é também rico em antioxidantes.

Obs: Estes chás devem ser consumidos na forma de suas folhas secas ou frescas, os sachês passam por um processo de produção que eliminam grande parte de suas propriedades.

Leia também: Max Detox

#2 – Abacaxi
Esta fruta tem bromelina, uma enzima que induz a produção de componentes fisiológicos que combatem inflamações evitando assim o inchaço, além de ser eficiente para prevenir o crescimento de tumores.

Leia também: Phytophen funciona

O abacaxi também é rico em fibras que ajudam o funcionamento do intestino e é diurético, este é um dos alimentos detox que faz parte de muitas receitas de sucos detox também.

#3 – Gengibre
Esta especiária tem muitas funções no organismo, uma delas é agir como anti inflamatório natural, além de ser antioxidante e acelerar o metabolismo por ser termogênico, ajuda o fígado a se livrar de resíduos.

Leia também: Kifina funciona

#4 – Açafrão ou Cúrcuma
Este tempero é um ótimo reforço para o sistema imunológico porque é repleto de antioxidantes, tem efeito anti inflamatório e protege o fígado.

#5 – Maçã
É uma fruta com efeito adstringente, ela absorve as gorduras do fígado e ajuda a controlar os níveis de colesterol, é rica em pectina, uma fibra que ajuda a combater a prisão de ventre e ajuda no trânsito intestinal, também provoca maior saciedade, além de ser rica em cromo, um mineral que diminui a fome, além de ser rica em antioxidantes.

Para ter os benefícios da fibra mais acentuados, é preciso consumi-la com casca.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

#6 – Couve
Como toda folha verde, é rica em clorofila, pigmento antioxidante que neutraliza efeitos tóxicos.

A couve também é rica em fibras, melhora a oxigenação e tem capacidade anti inflamatória, reduzindo inchaços.

Este é um dos mais famosos alimentos detox e não poderia ficar de fora.

#7 – Limão
Ajuda na digestão, o que facilita o trabalho do fígado, tem fibras e facilita o trabalho do intestino, é rico em vitamina C e antioxidantes, evita inchaços.

#8 – Berinjela
Sua maior composição é de água por isso ajuda na função intestinal e também age como um diurético.

Ajuda a eliminar as gorduras do fígado, controlando o colesterol.

#9 – Melancia
Esta fruta tem bastante água e fibras, por isso ajuda como diurético e também o intestino a funcionar melhor, eliminando assim o inchaço causado por inflamações.

A melancia também é rica em licopeno, um poderoso antioxidante que evita a formação de alguns tumores.

#10 – Grãos Integrais
Estes grãos são ricos em fibras que retardam a fome, pois dão sensação de saciedade e demora mais tempo para que o estômago fique vazio.

Isso vale para todos os grãos e sementes como o amaranto, linhaça, chia e quinoa.

Estes alimentos permitem que o intestino trabalhe com maior regularidade, o que facilita a eliminação de resíduos tóxicos e gorduras.

Dica Bônus

A água é fator fundamental para fazer um detox em qualquer tempo no organismo, além de ser super importante seu consumo também quando consumimos muitos alimentos diuréticos, pois é preciso repor os sais minerais que eliminamos.

A água purifica o organismo, ajuda o intestino funcionar e participa de vários processos fisiológicos, por isso não adianta se entupir dos alimentos detox acima se o consumo de água for insuficiente, pois este líquido precioso serve também de condutor para levar os nutrientes até o trato digestivo.

Outro fator importante é eliminar o máximo possível o consumo de alimentos ultraprocessados pois eles são ricos em sódio que causa inflamação, açúcar, aditivos químicos para melhorar a textura, aroma e sabor, além de conservantes e isso sobrecarrega o organismo diariamente.

O melhor é procurar fazer uma alimentação mais natural, como verduras, legumes, frutas, carnes magras, peixes, comida caseira e não aquela comprada no freezer do supermercado ou aquelas embaladas, ok?

Aqui finalizamos, esperando que tenham gostado das informações que foram compartilhadas neste post!

Compartilhem com os amigos! E nos contem o que acharam!

COLÁGENO HIDROLISADO: SAIBA MAIS SOBRE ESSE SUPLEMENTO NATURAL

Colágeno Hidrolisado
Para manter a pele firme, unhas fortes e cabelos sedosos e com brilho, o Colágeno é um dos protagonistas, auxiliando nos tecidos principais do corpo e responsável por muitas propriedades e funcionamentos físicos.

O Colágeno é uma proteína produzida e encontrada no corpo. É o colágeno que dá resistência a pele, que mantém unhas firmes e as cartilagens endurecidas como a orelha por exemplo, porém com o tempo, o colágeno tende a diminuir drasticamente e o corpo a produzi-lo cada vez menos, o que pode trazer vários problemas de saúde e favorecem o envelhecimento natural da pele.

Mas com o avanço da tecnologia, é possível encontrar hoje produtos e tratamentos que ajudam o organismo a produzir mais colágeno e é possível obtê-lo de outras fontes como é o caso do Colágeno Hidrolisado.

Para entender melhor como os produtos com Colágeno Hidrolisado funcionam e oferecem mais saúde e firmeza para seu corpo todo, veja o que é Colágeno, sua importância e como o Colágeno Hidrolisado pode trazer benefícios reais para saúde corporal.

COLÁGENO
A estrutura e elasticidade encontrada na pele humana, é a base de colágeno, uma proteína natural e que o próprio corpo produz, dando a pele o aspecto e firmeza que conhecemos.

O colágeno não se restringe apenas a pele, mas também mantém a estrutura das articulações, músculos e cartilagens, dando movimento, resistência e força. Áreas visíveis que podemos ver a ação do colágeno no corpo, é na pele e nas cartilagens como da orelha.

Nas regiões não visíveis, o colágeno contribui para o movimento da articulação dos joelhos, integridade dos músculos e união e força dos tendões dos pés, mãos, braços e pernas. O Colágeno é essencial para o bom funcionamento das células e 1/3 de toda proteína do corpo humano é basicamente formado por colágeno.

O Colágeno é natural ao organismo humano, porém só ficou popular com seu uso na indústria cosmética. Hoje, a grande maioria dos produtos para pele como hidratantes e até tônicos e cremes de limpeza, utilizam colágeno para firmar as fibras da pele e garantir mais elasticidade, além de proteção contra pó e raios solares.

DEFICIÊNCIA DE COLÁGENO NO ORGANISMO

Colageno
O Colágeno hidrolisado é fundamental para o corpo, tanto que sua deficiência pode acarretar problemas sérios de saúde como rigidez muscular, problemas sérios de crescimento nas crianças, inflamação das juntas, cabelos mais fracos e sem vida, inflamação dos músculos entre outros problemas graves.

Além disso, a deficiência de colágeno está intimamente ligada ao envelhecimento da pele, já que com o tempo, o organismo passa a produzir menos colágeno e consequentemente, a pele começa a ficar mais flácida do que na juventude.

Por volta dos 30 anos, o colágeno começa a diminuir sua produção no organismo e isto é um fator normal e natural do ser humano. Segundo especialistas, um adulto acima de 30 anos, perde por volta de 1% de colágeno por ano e por isso é a partir dessa idade, que começa a notar rugas, linhas de expressão e os ossos e articulações mais frágeis.

A partir dos 30, os hormônios sexuais como estrogênio nas mulheres e testosterona nos homens, começam a ter quedas significativas, ficando mais efetivas nas 2 décadas posteriores. Nas mulheres, o colágeno tende a ter uma queda ainda mais acentuada no organismo, sendo que a partir da menopausa, ele pode chegar a uma perca anual de 2% de colágeno.

Por volta dos 50 anos, o corpo humano produz apenas 35% de colágeno, ou seja, a produção ineficiente para o organismo, está associada diretamente com o envelhecimento humano e sua deficiência leva o nome de Colagenose.

Mas a produção de Colágeno no corpo de jovens na casa dos 20 anos também pode ser inibida, caso a alimentação e os hábitos tragam riscos a saúde e consequentemente aceleram o envelhecimento. É o caso do tabagismo que resseca a pele e a exposição excessiva sob o sol, também favorecem as quedas de colágeno na pele.

Muito estresse e sono ineficiente, são outras situações que favorecem na baixa do colágeno no organismo. A desidratação também diminui a produção de colágeno, por isso é importante beber água regularmente, no mínimo 2 litros diários para manter a pele irrigada.

Leia também: comprar Fascia

colágeno benefícios
Algumas doenças incapacitantes e de evolução lenta mas constante, a Osteoartrose é um tipo de artrose que quando chega em seu auge, afeta as principais articulações e podem paralisar pessoas, em especial que estão na terceira idade. O uso de Colágeno desde a juventude, pode inibir e combater essa doença.

Uma alimentação pobre em frutas, legumes e verduras, além da falta de exercícios que fortaleçam as articulações e oxigenação dos músculos, também trazem problemas. É possível reforçar a baixa de colágeno no organismo, com uma dieta equilibrada com:

Ovos;
Carnes, em especial tutano de boi, fígado e áreas fibrosas;
Frutas vermelhas;
Frutas cítricas;
Aveia;
Gelatinas;
Tomate e alguns tipos de pimenta.
Mas mesmo mantendo uma alimentação correta, o colágeno se perde naturalmente e é preciso que a partir dos 30 ou 30 e poucos anos, as pessoas comecem um tratamento de reposição de colágeno no organismo, o que irá favorecer o corpo como o um todo e diminuir a ação do processo de envelhecimento, que é inevitável, mas pode ser menos agudo.

Leia também: Skin renov funciona

COLÁGENO ARTIFICIAL
Como foi dito, o Colágeno é uma proteína produzida pelo corpo humano desde o nascimento, porém por volta dos 30 e poucos anos, é normal que ele comece a ter sua produção diminuída, ao ponto que ao chegar aos 50 anos, uma pessoa tenha apenas 35% de produção natural de colágeno.

Por esse motivo, é necessário que seja feita uma reposição de colágeno e atualmente existem vários tipos de produtos e tratamentos de colágeno artificial e natural, que trazem saúde e bem estar a quem usa, mantendo o colágeno normal em todo organismo e revertendo ou ao menos diminuindo o processo de envelhecimento da pele, dando mais firmeza e saúde para pele e corpo todo.

Existem 16 tipos de colágeno, mas um dos mais eficientes e conhecidos é o Colágeno Hidrolisado, um tipo de Colágeno de origem animal que atua na pele e todas áreas do organismo, garantindo que o corpo continue mantendo seu processo e estoque de colágeno naturalmente e com muita saúde e uma pele impecável!

COLÁGENO HIDROLISADO

O Colágeno Hidrolisado é uma proteína encontrada na carne bovina e que pode ser usada como suplemento na reposição do colágeno humano. O Colágeno Hidrolisado fornece aminoácidos que regeneram articulações, além de auxiliar na manutenção da estrutura óssea, dos dentes, cabelos e da pele.

O Colágeno Hidrolisado possui até 20 vezes mais glicina e prolina, aminoácidos essenciais que juntos são concentrados de colágeno que favorecem todo o corpo. Para o Colágeno Hidrolisado ser usado de forma benéfica e eficiente, ele deve ser ingerido, e atualmente existem suplementos especiais como cápsulas de Colágeno Hidrolisado, que quando ingeridos, atuam de forma constante no organismo e trazem a resistência e firmeza da pele e dos ossos.

COMO O COLÁGENO HIDROLISADO FUNCIONA
Com o passar do tempo, o corpo deixa de produzir colágeno em abundância, favorecendo o aparecimento de rugas, linhas de expressão, flacidez e enfraquecimento dos ossos e das articulações. Todos esses fatores fazem parte do envelhecimento natural do ser humano, porém ele pode ser bastante acentuado, principalmente depois dos 30 anos.

Por isso a descoberta do Colágeno Hidrolisado virou sensação, pois especialistas descobriram que esse é o tipo mais natural e sem contra indicações de todos os tipos de colágenos existentes, além de trazer inúmeros benefícios para saúde, além de fazer a ação esperada: firmar a pele e fortalecer ossos e articulações.

Mas como o Colágeno Hidrolisado funciona no organismo? Quando a pessoa ingere esse tipo de colágeno, ele atua na formação de novas fibras celulares, renovando cabelos, unhas, cartilagens e também os ossos, trazendo mais resistência, flexibilidade, força e firmeza.

A pele é um dos itens que são mais beneficiados com o Colágeno Hidrolisado, pois é perceptível como ela fica mais macia, lisa, com rugas e marcas de expressão mais sutis e uma pele brilhante e saudável. É recomendado que o Colágeno Hidrolisado seja introduzido na dieta a partir dos 30 anos, quando o colágeno no organismo começa a cair.

A partir dessa idade, a ingestão de Colágeno Hidrolisado garante que o organismo tenha o processo de envelhecimento com menos danos, garantindo que acima dos 50 anos, as marcas como as rugas estejam menos visíveis e o impacto nos ossos e articulações seja menor.

BENEFÍCIOS DO COLÁGENO HIDROLISADO

Benefícios Colágeno
O Colágeno Hidrolisado tem sido ativamente estudado, e os benefícios reais observados do seu uso tem sido:

Prevenção de rugas e linhas de expressão;
Retardante natural contra o envelhecimento;
Fortalece ossos, dentes e unhas;
Previne o aparecimento de estrias e combate a celulite;
Tonifica os músculos;
Melhora o sistema linfático;
Deixa os fios capilares mais fortes e bonitos, evitando a queda.
Além disso, o Colágeno Hidrolisado tem sido benéfico na manutenção da elasticidade, regeneração, firmeza, fortalecimento e consistência de músculos, articulações, ossos, pele e corpo como um todo.

COLÁGENO HIDROLISADO, UM ALIADO NO EMAGRECIMENTO
O Colágeno Hidrolisado se tornou popular, depois de um estudo que mostrou que além de benéfico para o processo de envelhecimento natural, ainda ser bom para quem busca um antioxidante natural e aliado contra o ganho de peso.

Estudos comprovam que a Colastrina, agente principal do Colágeno Hidrolisado, quando se encontra com o suco gástrico do estômago, oferece uma sensação de saciedade, fazendo com que a pessoa sinta menos vontade de consumir alimentos, em especial gordurosos, e emagreça.

Além do emagrecimento, o corpo se beneficia com a ação de firmeza e mais elasticidade que o Colágeno oferece. Geralmente quando emagrecemos, e principalmente quando a perda de peso é grande, a pele tende a ficar flácida. Com o uso do Colágeno Hidrolisado, além da perca peso, seu corpo se renova e recupera, ficando mais firme e resistente, com uma pele mais bonita e lisa.

Outro importante benefício que o Colágeno Hidrolisado oferece é em relação as estrias, pequenas linhas que iniciam vermelhas e depois ficam brancas, formando rupturas na pele. Com o uso do Colágeno Hidrolisado, as estrias diminuem consideravelmente e o produto ainda combate o surgimento de novas estrias, já que a pele estará mais hidratada, firme e protegida.

CONSULTE UM MÉDICO PARA O USO DE COLÁGENO HIDROLISADO

Colágeno Funciona
O Colágeno Hidrolisado não possui contra indicações, porém como todo produto, deve ser levado em consideração que o uso indiscriminado e feito de forma exagerada, pode causar problemas de saúde.

Como todo medicamento, seu uso deve ser usado moderadamente por gestantes e mulheres que estejam amamentando, então é importante que quem for usá-lo, faça uma visita a seu médico endocrinologista ou ortopedista, para fazer exames e ter a visão real da necessidade de usar o Colágeno Hidrolisado e a quantidade certa.

COMO FAZER USO DO COLÁGENO HIDROLISADO
A melhor forma de obter os benefícios do Colágeno é através da ingestão, e no caso do Colágeno Hidrolisado, a melhor forma é usando a proteína em cápsulas, líquidos ou em pó.

Em cápsulas, o Colágeno Hidrolisado é encontrado em potes ou drágeas revestidas, que podem ser consumidas até 2 vezes por dia. O Colágeno Hidrolisado é vendido com esse nome ou como Colastrina.

Em pó, o Colágeno Hidrolisado é consumido no uso de gelatinas e ser consumido como sobremesa depois de refeições importantes como o almoço e janta, porém também no café da manhã ou no lanche da tarde.

Outra forma é obter o Colágeno em forma líquida em sucos artificiais mas com a mesma composição e benefícios do Colágeno hidrolisado comum. Nos 3 casos, esse tipo de suplemento é vendido em farmácias de manipulação ou de produtos naturais e compre apenas produtos certificados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

É importante frisar novamente, que o consumo seja supervisionado por um médico, em especial endocrinologista ou ortopedista, que saberá a quantidade necessária a ser consumida e se o paciente realmente necessita daquele suplemento. Siga as orientações médicas e faça uso do produto com responsabilidade para que seu efeito seja benéfico para você.

Dicas e novidades de como repor o colágeno da pele

Colágeno da pele – Foto: ilustrativa
Após os 30 anos, homens e mulheres sentem a elasticidade e firmeza da pele diminuírem pouco a pouco, pois, a partir dessa idade, o corpo passa a perder colágeno gradativamente, impactando diretamente a aparência.

O colágeno é uma proteína produzida pelo nosso organismo, cuja principal função é dar firmeza, elasticidade e sustentação à pele.

Leia também: Skin renov funciona

Existem alimentos que ajudam na firmeza da pele, os chamados firmadores da pele. Muitos médicos solicitam que seus pacientes aliem uma dieta rica em reposição de colágeno com o Sculptra® (ácido poli – L – lático injetável), que é um tratamento estético estimulante da produção natural do colágeno do organismo. Assim, os resultados, além de mais certeiros, tendem a ter uma duração maior e mais permanente na pele.

Abaixo seguem algumas dicas que muitos médicos especialistas indicam para seus pacientes:

ALIMENTAÇÃO:

Frutas Cítricas: São ricas em vitamina C, substância indispensável para a formação de colágeno. Indicação de quatro porções ao dia.

Leia também: Ao perder competição, participante alfineta Anitta
Frutas vermelhas: Morango e a amora são exemplos de frutas vermelhas que contêm vitamina C e flavonoides que, ao trabalharem juntos, possuem ação antioxidante que combate os radicais livres e o envelhecimento do corpo humano.

Leia também: Nutren Beauty bula

Linhaça: Rica ação das fibras e ômega-3. O ideal é consumir uma colher (chá) por dia, de preferência triturada.

Aveia: É uma fonte de silício, um dos nutrientes necessários para a formação de colágeno.

Peixes: Ricos em ômega-3 e DMAE. Comer no mínimo três vezes por semana garante uma ótima absorção das enzimas.

Castanha, nozes e amêndoas: Contêm ácidos graxos poli-insaturados importantes para a vitalidade da pele e vitamina E.

Abóbora, cenoura, melão e pêssego: Contêm vitamina A, responsável pela regeneração da pele. Comer ½ xícara por dia, em saladas ou sucos.

Chá Branco: O chá branco pode proteger as proteínas presentes na estrutura da pele, em especial o colágeno. A justificativa para a ocorrência de tal fato é que a bebida previne a ação de enzimas que destroem o colágeno.

Leia também: Massagem Modeladora | Além de perder medidas conheça os demais benefícios
A aplicação de Sculptra, que pode ser realizado em consultório médico, consiste na aplicação de uma substância chamada ácido poli–L–láctico, um estimulante da produção natural do colágeno do organismo que melhora a flacidez e o contorno facial.

Revolucionário e reverenciado pelos médicos, dermatologistas e especialistas, o Sculptra é um bioestimulador de colágeno injetável, composto por ácido poli-L-láctico, uma substância absorvível pelo nosso organismo.

Sculptra atua de dentro para fora, suavizando os sinais do envelhecimento e melhorando a flacidez. O tratamento consiste em cerca de três sessões, com intervalo médio de 30 dias entre cada uma delas. Os resultados são graduais e começam a surgir a partir da terceira semana após a primeira sessão, sendo mais visíveis após seis meses. Devido ao exclusivo mecanismo de ação de Sculptra, os resultados são duradouros e percebidos por até 25 meses.

Fonte: Retirado de Adaptado de Rebecca Fitzgerald, Danny Vleggaar. Facial volume restoration of the aging face with poly-L-lactic acid. Dermatologic Therapy, Vol. 24, 2011, 2–27.

MAS PORQUE DENTRE TODOS OS TRATAMENTOS O SCULPTRA É APONTADO COMO DIFERENCIADO?

Leia também: Inscrições para a temporada de Novos Talentos da TV AGORA MT terminam dia 30
Uma pesquisa* com 383 mulheres, entre 35 e 69 anos, sobre o comportamento do consumidor de tratamentos estéticos faciais anti-idade, mostrou que os pacientes preferem resultados graduais e duradouros, ao invés de imediatos. 75% das mulheres questionadas sobre suas preferências quanto a tratamentos estéticos desejam algo gradual, com resultados que duram dois anos.

Você sabe o que realmente funciona contra cólica menstrual?

Alguns cuidados com alimentação e técnicas caseiras não passam de mitos

Leia também: Cólica menstrual

Ela pode até ser passageira, mas o incômodo chega a ser tanto que esperar passar está fora de cogitação para a maioria das mulheres. Também chamada de dismenorreia, a cólica menstrual é reflexo das contrações que eliminam a camada interna do útero, já que ele não está alojando um bebê. “O hormônio feminino estrógeno aumenta durante o ciclo menstrual e eleva também a produção de prostaglandinas, que são ácidos graxos responsáveis pelas contrações”, explica a ginecologista Karina Zulli, do Hospital e Maternidade São Luiz.

Há métodos muito eficazes para acabar com a indesejável dor, mas algumas técnicas caseiras bem conhecidas não passam de mitos. Para acertar na escolha, o Minha Vida conversou com especialistas que apontaram o que realmente funciona no combate à cólica. Confira.

A alimentação ajuda a aumentar o pênis?

Antes de passar para a lista de exercícios, quero falar com você sobre um fator importante nessa área: nutrição.

Deixe-me dizer imediatamente que sem o estímulo certo, a nutrição não desempenha um papel realmente eficaz no aumento do pênis. Caso contrário, eles teriam grupos de homens com um pênis mais desenvolvido do que outros devido à nutrição adequada.

Infelizmente não funciona assim. Sem o estímulo certo dado pelos exercícios, a nutrição não é capaz de fornecer o incentivo necessário para que o pênis se prolongue satisfatoriamente. Mesmo nos casos em que sua dieta é correta ao ponto, sem junk food e qualquer truques.

No entanto, é possível dizer que uma dieta correta associada a um bom exercício (com os exercícios certos, realizados da maneira correta) pode apoiar melhor o crescimento e o desenvolvimento do pênis. O que isso significa?

Se você esta atrás de algum estimulante sexual masculino, você achou o perfeito, ele se chama Az 21.

Vou lhe dar uma das primeiras dicas rápidas que aprendi em um livro americano sobre aumento do pênis. Ele disse que, claro que é, quanto mais um homem é gordo e menos ele vê seu pênis, parecendo ser menor do que ele é. Como consequência, o autor desse livro aconselhou-me a perder peso (foi acima de tudo uma sugestão para aumentar a auto-estima).

Essa anedota, ainda que trivial, é útil para entender que, para um sistema genital saudável, é melhor estar em forma do que com excesso de peso ou pior obeso.

O que você tem que fazer então?

Dizer-lhe que você tem que comer saudável seria redutivo. Legumes e frutas Prediligiabsolutamente, pelo menos duas vezes por dia legumes e três frutas. Inclua carne e peixe em sua dieta , pelo menos duas ou três vezes por semana de ambos os tipos de alimentos. Então arroz e macarrão para completar tudo.

Tente evitar lixo e junk food , ou manter a forma. Eu não estou dizendo que você não pode comer pizza uma vez por semana, você não precisa ser excessivamente tributado. O importante é que você digite os alimentos que escrevi constantemente em sua dieta.

Muitas vezes, na verdade, é típico comer apenas um prato de massa, porque você está com pressa. A carne e o peixe, portanto, são colocados no fundo e comem muito raramente.

Mesmo as leguminosas não são uma fonte ruim, assim como os laticínios de vez em quando.

O importante é nunca negligenciar legumes e frutas. Esses dois alimentos contêm muitos micronutrientes, como vitaminas , muito importantes para a manutenção da saúde.

Exercícios para aumento do pênis

Você pode então estar se perguntando como alongar o pênis através de exercícios práticos. Bem, este é um tópico um pouco longo, porque os exercícios são muitos e devem ser bem explicados para serem tratados da maneira correta, mesmo para evitar que se machuquem. Por isso, vou falar-lhes aqui das três categorias de exercícios que toda pessoa que deseja estimular o crescimento do pênis e corrigir o pênis curvo , um certo inestetismo chato presente em cerca de um homem em cada três, deve saber.

Exercícios de Kegel

Estes exercícios são o ponto de partida para qualquer treino de pênis. Os exercícios de Kegel não permitem aumentar diretamente o tamanho do pênis, mas contribuem de maneira fundamental para a saúde de todo o sistema genital. De fato, esses exercícios desenvolvem os músculos pélvicos, responsáveis ​​pelo correto funcionamento do pênis.

Jelqing

Jelqing é um dos exercícios mais populares para o aumento do pênis. Este é um exercício manual, que permite um melhor fluxo de sangue em toda a estrutura do pênis. Embora seja um exercício muito simples e agradável, você precisa conhecer a técnica certa para obter resultados e não se machucar.

alongamento

Exercícios de alongamento são os principais responsáveis ​​pelo alongamento do pênis. Estes são exercícios que estendem os músculos lisos do pênis, permitindo um alongamento gradual ao longo do tempo. Também neste caso são exercícios bastante simples de executar, mas que requerem a atenção correta na técnica de execução.

10 usos espetaculares da babosa

Além de ter propriedades anti-inflamatórias que ajudam a acabar com a acne, o aloe vera também pode reduzir as cicatrizes decorrentes dela, já que regenera a pele.
Sinais de que alguém mente: atenção!
Exercícios para as pernas para fazer em casa
O que você deve saber sobre a purpurina

623
Compartilhado

Atualmente, a babosa, ou aloe vera, é um ingrediente vital na preparação de diferentes remédios caseiros, sejam administrados por via oral ou aplicados na pele. Em seguida, contaremos quais são alguns destes usos.

1. Remédios para a pele
Um dos usos mais especiais deste produto natural é o cuidado com a pele, que seja em queimaduras quer seja no tratamento de cicatrizes. Isso porque seu gel acelera notoriamente o processo de cicatrização, melhorando a circulação do sangue em volta da ferida.

Além disso, também cumpre uma boa função na hora de proteger contra os raios UV. Você pode aplicar um creme de aloe minutos antes de se expor ao sol para que ele te proteja, ainda que o uso de protetores seja indispensável.

Leia também: Babosa é bom

2. Babosa alivia a prisão de ventre

O látex da babosa é recomendado para induzir a diarreia, tornando-se um purgante com o intuito de fazer uma limpeza intestinal. Recomenda-se que não seja feito um uso contínuo, já que, com o uso frequente, perde-se o efeito no intestino.

Leia também: Fatores que causam prisão de ventre.

3. Alivia os problemas bucais
A polpa da babosa permite aliviar feridas, gengivite e estomatites de modo simples: amasse um pouco de polpa e a coloque na boca. No entanto, você deve se certificar que está em contato com a ferida.

4. Babosa combate os problemas do cólon

Se você sofre problemas com o cólon, uma receita que te ajudará a reduzir os incômodos e o ardor estomacal consiste em uma mistura de mel, suco de laranja, uma colher de suco de babosa e um copo de água. Dessa forma, tome esta bebida diariamente em jejum para obter melhores resultados.

5. Ajuda a evitar a acne
Ela é um bom remédio contra a acne, já que tem propriedades anti-inflamatórias. Procure sabões, cremes e loções que contenham babosa e use durante a manhã e a noite. Isso servirá não apenas para as espinhas, mas também para controlar a oleosidade acumulada em seu rosto. Igualmente, você pode usar um gel de aloe vera sobre as espinhas para diminuir o inchaço.

6. Babosa ajuda na redução de celulite

Visto que a babosa tem altos benefícios em âmbito dermatológico, é comum seu uso contra a celulite. Entretanto, cabe esclarecer que ela não deve ser utilizada sozinha, pois é necessário que sejam feitos exercícios físicos. Além disso, também é necessário manter uma equilibrada e que as pernas sejam massageadas com regularidade.

7. É benéfica para os cabelos
Assim como na pele, a babosa atua no cabelo como protetor solar, cuidando do couro cabeludo contra os raios UV. Da mesma forma, protege os fios contra os danos cotidianos, como é o caso do clima seco, do vento, da chuva, da secura e da oleosidade, por exemplo, tornando os cabelos mais brilhantes e sedosos.

Veja também: 7 remédios caseiros para tratar a caspa.

8. Babosa ajuda a eliminar as caspas

Ao lavar seu cabelo com Aloe Vera, a caspa de desprende da pele de tal forma que é necessário apenas que você escove o cabelo para eliminá-la em sua totalidade. Repita isso algumas vezes e verá que o resultado é significativo.

9. É um excelente relaxante
A babosa tem propriedades anestesiantes que relaxam os músculos da cabeça. Sendo assim, massageie um pouco de babosa no couro cabeludo ao lavar os cabelos para, então, obter um efeito anti-estresse.

10. Serve para reduzir o peso

Por ser uma planta com propriedades depurativas, a babosa é uma boa aliada para emagrecer. Ao misturá-la com limão, obtemos a propriedade depurativa junto às propriedades desintoxicantes. Por isso, recomenda-se muito o consumo de suco com os seguintes ingredientes:

1 folha média de babosa, em pedaços com os espinhas já retiradas
1 colher de mel
Suco de um limão
Bata no liquidificador e coe. Tome o suco assim que levantar para dar tempo de fazer a digestão antes do café da manhã. Além disso, para melhorar os efeitos, procure ter uma dieta saudável e uma rotina de exercícios físicos por, pelo menos, três dias na semana.

Dieta low-carb: uma mudança no estilo de vida

Conhecer os carboidratos e saber como inseri-los nas Dietas entram e saem de moda, estampando capas de revistas femininas como a última grande descoberta para salvar a saúde – e o projeto verão – de muitas pessoas. Porém, mais do que regras passageiras, algumas dietas podem fortalecer a saúde e promover uma verdadeira mudança de estilo de vida. Este é o caso da dieta low-carb que, quando adotada com sabedoria e sob a orientação de um nutrólogo ou nutricionista, pode eliminar do dia a dia alimentos com alto poder de desenvolvimento de doenças, como os ultraprocessados e os com excesso de gordura. Na prática, a dieta low-carb restringe a quantidade de carboidratos ingeridos ao longo do dia, dando mais espaço às proteínas e às gorduras. Porém, quem se propõe a adotar esse novo cardápio deve ter atenção à quantidade cortada e quais fontes de carboidrato serão eliminadas da rotina.


Leia também: Farinha seca barriga funciona

Segundo o dr. João Merheb, nutrólogo do Hospital São Lucas Copacabana, os alimentos ultra processados, como biscoitos, pães e bolos, devem ser os primeiros a ser reduzidos ou, se for o caso, esquecidos. Além de também serem fontes de açúcar, eles trazem poucos nutrientes para o corpo e não proporcionam saciedade, o que faz com que as pessoas comam mais quantidades ou mais vezes ao longo do dia.

Leia também: E-book 101 Receitas Low Carb preço

“Tanto as proteínas quanto as gorduras boas trazem a sensação de que o estômago já está cheio e que a pessoa não precisa mais comer, porque já está saciada. Isso é benéfico, principalmente, para quem quer reduzir a gordura corporal”, explica o especialista. Além disso, a dieta low-carb também ajuda a prevenir o diabetes tipo 2, já que prioriza a ingestão de alimentos com baixo índice glicêmico – que promovem menores picos de insulina no organismo. Quanto mais insulina, maior a necessidade de o corpo receber alimentos com alto índice glicêmico, o que pode influenciar no desenvolvimento do diabetes. Em vez de carboidratos vindos de “fontes ruins”, devem entrar aqueles provenientes dos legumes, das verduras e das frutas. A abóbora, a batata-doce, a banana, a maçã, a cenoura, a ervilha e algumas leguminosas, como o feijão e a lentilha, são ótimas fontes de carboidrato, mas também devem ser consumidos com moderação, seguindo o plano alimentar proposto pelo especialista.


Leia também: Kifina funciona

Trata-se de uma questão de equilíbrio, para priorizar todos os grupos alimentares e ainda manter as fontes certas de carboidrato na dieta. A mudança, porém, deve ser feita com sabedoria e de forma bem pensada, para que não acabe prejudicando a saúde em vez de melhorá-la. Para o dr. Merheb, o primeiro passo é consultar-se com um especialista que, depois de uma análise corporal e do histórico de saúde, traçará o melhor plano alimentar dentro das expectativas do paciente. É preciso ter em mente que uma dieta ruim, com a presença de carboidratos de absorção rápida, pode alterar o ciclo de produção de insulina, tornando o organismo sensível às alterações de glicemia provocadas pela dieta. Nesse caso, apenas substituir as fontes de carboidrato pode não ser eficaz, sendo necessário um período de adoção de uma dieta very low-carb, ou zero carb, com a intenção de corrigir esse desequilíbrio – sempre acompanhada de perto pelo especialista. “Adotar qualquer tipo de dieta sem a supervisão de uma pessoa capacitada para dar orientação é brincar com a saúde sem necessidade. Muita informação disseminada por pessoas que se dizem especialistas nas redes sociais são equivocadas e podem gerar o efeito contrário, seja na melhora da saúde, seja na eliminação de gordura corporal”, explica o especialista.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Jejum Intermitente: O que é?

Quando se fala em emagrecimento logo surge alguma dieta da moda, hoje vamos falar sobre o Jejum intermitente, é preciso conhecer e ter cautela para não correr o risco que aderir aos métodos populares que podem, inclusive prejudicar sua saúde. Outro detalhe importante e que já comentamos aqui é a diferença entre emagrecer e perder peso.

Leia também: Kifina reclame aqui

Deixar de ingerir o alimento por um período de tempo pré-determinado é um ato muito antigo, mas que de certa forma foi resgatado e se resume ao ato de comer quando está com fome; deve ser composta por refeições balanceadas e menos vezes por dia e foge totalmente daquela tradição de 3 em 3 horas.

Leia também: Phytophen reclame aqui

Alguns benefícios têm sido observados em praticantes do jejum intermitente como: emagrecimento, redução da resistência à insulina, ação anti-inflamatória que geralmente pode causar outras doenças como câncer. Uma das orientações do jejum intermitente é a inclusão diária de legumes, verduras, carnes, ovos e gorduras boas. No jejum completo é permitido ingestão de água, chás ou café, mas sem açúcar.

Leia também: Jejum Intermitente

Alguns métodos são adotados para a prática, entre eles o método 16/8 envolve jejuns diários de 16 horas para os homens e 14-15 horas para as mulheres. Em cada dia, você pode restringir a sua alimentação a uma de 8-10 horas e incluir de 2-3 ou mais refeições. A opção 5:2 ou dieta rápida envolve a ingestão de 500-600 calorias durante dois dias da semana e a alimentação normal nos outros 5 dias.

Leia também: Farinha seca barriga reclame aqui

No jejum de 24 horas, pode ser feito duas vezes na semana. O jejum de 36 horas exige muito mais do seu organismo e não é recomendado para todos e requer um acompanhamento mais rigoroso e por fim a do Guerreiro que permite vegetais durante o dia e algumas frutas e à noite pode fazer uma refeição normal; priorizando sempre a alimentação natural.

Quando se inicia a redução de alguns alimentos como açúcar, massas, processados e ultraprocessados é possível observar diferenças significativas na saúde e lógico que quando começa queimar mais calorias do que consome o resultado é notado. De acordo com estudo realizado em 2017 e publicado Journal of the International Society of Sports Nutrition, observou-se que o jejum intermitente que pode ser similar a restrição diária de calorias. Não recomenda-se a prática do jejum em alguns casos como gestação, infância e adolescência, lactação, diabéticos e outras situações que exigem restrições.

Esse conteúdo não tem por objetivo incentivar o jejum intermitente, pois é fundamental o acompanhamento de um profissional que direcionará a estratégia que atenda a demanda nutricional e se encaixe no ritmo diária individualmente.

Massagens redutoras funcionam mesmo?

Elas podem melhorar o contorno corporal, mas sozinhas não são capazes de reduzir a gordura localizada

Massagens redutoras e modeladoras visam a redução de medidas e melhora do contorno corporal. Mas será que elas conseguem mesmo fazer isso?

Normalmente as massagens redutoras mobilizam o tecido, tornando-o menos compacto e maleável por estimular sua circulação e assim trazendo aumento do metabolismo local. Além disso, elas funcionam como um reorganizador tecidual: à medida em que as manobras (que muitas vezes são vigorosas, ritmadas e precisas) são realizadas, as moléculas do tecido se movem, o que gera a maleabilidade do tecido. Com isso, elas podem ser feitas em todo o corpo, enfatizando-se as áreas de maior necessidade ou concentração de gordura localizada.

Leia também: o que é massagem redutora

Saiba mais: Massagem modeladora: melhora circulação e aspecto do corpo
Massagem redutora não emagrece
É interessante considerar que não há emagrecimento ou perda de gordura realizados por estas massagens, apenas mudança do contorno corporal. Mas a perda desta gordura pode ocorrer em um tratamento multidisciplinar, com mudanças na alimentação, prática de atividade física e investigação de doenças atreladas ao aumento de peso e acúmulo de gordura em áreas específicas.

Leia também: Kifina é bom

As massagens redutoras e modeladoras podem ser eficientes e trazem até bons resultados no corpo, desde que haja grande comprometimento do indivíduo que irá se expor ao tratamento completo.

Leia também: Phytophen é bom

Resultados esperados da massagem redutora
O difícil é determinar o quanto de medidas será perdido e qual aspecto visual encontrado após o tratamento com a massagem modeladora, pois dependerá muito das necessidades apresentadas e do verdadeiro motivo pelo qual o tecido se encontra daquele modo.

Leia também: Farinha seca barriga é bom

Isso será bem estudado a partir de uma criteriosa avaliação, que considerará, inclusive, períodos do mês em que o tecido apresenta-se mais inchado, por exemplo. Necessita-se avaliar se há ou não retenção de líquidos, presença de gorduras localizadas ou diminuição da circulação local, por exemplo, pois as três situações podem estar presentes e interligadas e assim, ao “resolver” uma destas demandas, as outras podem se apresentar de forma menos expressiva ou até inativas.

Normalmente o tecido “mais inflamado” ou ainda aquele que precisa de mais oxigenação, ao receber um estímulo (mesmo simples), apresenta-se mais homogêneo, não por um milagre, mas sim porque a abordagem foi correta e de acordo com a necessidade dele. A mesma coisa ocorre num tecido com circulação local diminuída: ao estimular a melhora de sua circulação, diminui-se a quantidade de líquido retido e consequentemente há perda de medidas locais.

Após um número de sessões traçado para o alcance do objetivo no tratamento proposto, o indivíduo pode fazer manutenções ou se manter ativo ao tratamento a fim de potencializar ou perdurar os resultados. Como opção, é possível manter-se, ao invés de uma ou duas vezes por semana (como durante o tratamento), em intervalos maiores, mas a interrupção total (e até mesmo parcial) pode afetar o resultado depois de um tempo.

Massagens modeladoras machucam?
As massagens apontadas podem não ser recebidas de modo muito confortável, principalmente nas primeiras sessões em que o tecido não está acostumado ao estímulo através das manobras da massagem.

No entanto, essas massagens não precisam ser extremamente dolorosas nem causarem pontos “roxos” nas áreas tratadas, a não ser que o tecido seja muito frágil e mesmo a leveza também traga estes desconfortos. Ainda assim, o aparecimento destes pontos pode indicar um excesso nas manobras propostas utilizadas à este tecido ou até mesmo um dano desnecessário.

É importante considerar que a avaliação do tecido a ser abordado deve ser bem detalhada e considerada na eleição de uma técnica para tratamento. Por exemplo, para tecidos mais flácidos, técnicas como a drenagem linfática manual podem ser uma ótima opção de tratamento e ainda ser eficiente, afastando a possibilidade dos indesejáveis pontos roxos, que podem estar doloridos quando palpados. Tudo dependerá do objetivo que se quer alcançar, por isso o profissional precisa estar habilitado e capacitado tanto para a realização da técnica como para a avaliação e escolha da conduta ideal para cada indivíduo.

Compare os nutrientes e os benefícios de 14 chás

Os benefícios são diversos, desde melhorar a digestão até ajudar no controle do diabetes

Chás quentinhos são muito bem-vindos quando o termômetros despencam. Para aproveitar as vantagens terapêuticas que eles fornecem, no entanto, é preciso saber a forma correta de preparo. “Desligue o fogo assim que a água começar a ferver e acrescente duas colheres de sopa para um litro ou duas colheres de chá para cada 250 ml. Abafe por três a cinco minutos e coe”, explica a nutricionista Flávia Cyfer, do Rio de Janeiro. Ela ainda aconselha a armazenar sempre na geladeira ou na garrafa térmica e jamais reaquecer a bebida, porque parte de suas propriedades serão perdidas. Confira abaixo os benefícios de 14 chás diferentes e escolha o seu preferido!

Erva cidreira

Erva cidreira – Foto: Getty Images
A erva cidreira é aliada do sistema digestivo e ainda ajuda a aliviar gases. “O chá de erva cidreira ótimo para ser tomado depois das refeições por pessoas que tem problemas de digestão”, conta a nutricionista Flávia Cyfer. A nutricionista Bruna Murta, da Rede Mundo Verde, também lembra que o chá de erva cidreira atua como um de calmante, como se fosse um sedativo natural.

Camomila

Camomila – Foto: Getty Images
Também de ação calmante, a camomila é boa para combater ansiedade e insônia e tem sido muito usada para aliviar a enxaqueca. “Essa opção é muito indicada no período da TPM, já que ajuda a amenizar cólicas, além da ação calmante”, conta a nutricionista Bruna Murta. A nutricionista Flávia Cyfer dá outra dica: “A pessoa que quiser dormir melhor à noite pode misturar uma colher de camomila e outra de erva cidreira, para um efeito sedativo melhor”.

Hortelã

Hortelã – Foto: Getty Images
Essa folhinha de aroma revigorante serve como antiparasita e antifúngica, ou seja, ajuda a matar bactérias ruins, principalmente do intestino, e auxilia pessoas que estão com complicações de gases. A nutricionista Bruna Murta acrescenta que ela é ótima para melhorar a digestão, combatendo azias.

Alecrim

Alecrim – Foto: Getty Images
“É um digestivo excelente, melhor ainda do que a hortelã”, conta a nutricionista Bruna Murta. O alecrim também é muito usado para ajudar pessoas que querem controlar o peso, pois aumenta a sensação de saciedade.

De acordo com a nutricionista Flávia Cyfer, esse chá ainda tem ações antipasmódica e anti-inflamatória – boas para cólica renal e menstrual -, ação antifúngica – ótima para ajudar a mandar embora o fungo cândida do organismo – e ação desintoxicante. “É um verdadeiro tônico para o fígado”, comenta a profissional.

Erva doce

Erva doce – Foto: Getty Images
O aroma dessa erva é muito usado como forma de relaxante. O chá, além de propiciar esse benefício, também ajuda no combate a cólicas e gases, além de melhorar a digestão.

Chá mate

Chá mate – Foto: Getty Images
Preferido de muitos, o chá mate tem ação termogênica e antioxidante, bom para acelerar o metabolismo e evitar o envelhecimento precoce. É preciso um cuidado, apenas, com o seu poder estimulante, por conter cafeína. “Pessoas com hipertensão precisam evitar exageros, porque o chá mate aumenta a circulação e ainda pode irritar ainda mais a parede do estômago de quem tem gastrite”, lembra a nutricionista Bruna Murta.

Chá de canela

Chá de canela – Foto: Getty Images
A canela pode ser uma ótima aliada no controle de diabetes. A nutricionista Bruna Murta explica que ela ajuda na redução da glicemia, regulando o açúcar no sangue. Além disso, a nutricionista Flávia Cyfer lembra que ela ajuda a diminuir a vontade de comer doces e melhora a circulação.

Leia também: comprar Kifina

Um estudo, realizado pelo Kansas State University, nos Estados Unidos, constatou que consumir meia colher de sopa por dia de canela ajuda a regular o colesterol. Os pesquisadores acreditam que tal redução é resultado da ação dos antioxidantes, que ajudariam a eliminar parte da gordura ruim que ingerimos com maior rapidez.

Chá verde

Chá verde – Foto: Getty Images
Esse é mais um chá campeão. “É desintoxicante, ajuda a fortalecer o sistema imunológico, previne problemas cardiovasculares por controlar o colesterol e ainda tem vários princípios ativos que ajudam na prevenção do câncer”, afirma a nutricionista Bruna Murta.

Flávia Cyfer complementa as vantagens dessa bebida: ajuda a combater cáries – basta fazer bochechos com ela – e serve de protetor solar interno, ajudando a proteger a pele contra raios ultravioletas. Tomar o chá, no entanto, não dispensa o uso do protetor solar externo.

Leia também: Phytophen funciona

O chá verde também é muito famoso pela ação termogênica, ou seja, acelera o metabolismo na queima de gorduras e pode contribuir para quem quer perder os quilos extras. Mas vale lembrar que a bebida não é milagrosa e nem ajuda a emagrecer sozinha – sempre é preciso aliar uma dieta equilibrada com exercícios físicos.

Leia também: chá de Kombucha

Chá de hibisco

Hibisco – Foto: Getty Images
Segundo a nutricionista Flávia Cyfer, o hibisco ajuda no controle do colesterol e é muito diurético, capaz de fazer uma varredura de toxinas no organismo. “Ele ajuda a eliminar gordura e pode ser uma boa opção para hipertensos, porque tem menos cafeína que o chá verde, mas benefícios semelhantes”, conta a profissional.

A nutricionista Bruna Murta explica que o fator que torna o chá de hibisco aliado do combate ao excesso de peso é a ação anti-inflamatória. “A bebida ajuda a diminuir a inflamação da obesidade, que é considerada um estado inflamatório do corpo”, afirma.

Chá de gengibre

Chás – Foto: Getty Images
“O gengibre é um dos melhores anti-inflamatório que temos na natureza”, diz a nutricionista Flávia Cyfer. Ele também atua no sistema digestivo contra cólicas e gases e ajuda no combate à celulite, tão indesejada pelas mulheres. A nutricionista ainda indica esse chá para combater enjoos e náuseas, principalmente em gestantes, que não podem usar muitos remédios durante a fase da gestação.

Chá de limão

Limão – Foto: Getty Images
Além de a fruta ser rica em vitamina C, a nutricionista Flávia Cyfer conta que ela tem ação alcalinizante, ou seja, ajuda a deixar o pH do sangue dentro do nível alcalino, que é como ele deve ficar. “Com esse nível estabilizado, não há perda desnecessária de nutrientes e todos os sistemas do corpo atuam da forma correta, garantindo saúde plena”, diz a profissional.

O conselho de Flávia é fazer o chá junto com a casca, porque ela tem uma ação muito forte de desintoxicação do organismo.

Maracujá

Maracujá – Foto Getty Images
O maracujá já é famoso por ajudar a acalmar os nervos. As nutricionistas indicam esse chá para combater ansiedade, estresse, insônia, irritação e agitação.

Maçã

Maçã – Foto: Getty Images
A fruta também tem ação calmante, além de ótima para ajudar na digestão. A nutricionista Flávia Cyfer também indica que ela é diurética, com efeito laxante.

Chá de alfazema

Alfazema – Foto: Getty Images
Mais um chá que ajuda a aliviar cólicas. De propriedade calmante e bactericida, a alfazema também é muito usada para amenizar dores de cabeça.

Emagrecimento saudável: Dicas e modalidades de academia que podem te ajudar

Para a realização de um emagrecimento saudável é necessário seguir alguns passos para obter os resultados esperados. Contudo, muitas pessoas alegam não ter tempo para realizar o processo, ou mesmo querem que os resultados apareçam como num passe de mágica, mas é necessário ter disciplina e dar tempo ao tempo.

As pessoas preferem optar por caminhos mais curtos para transformação do corpo, porém, o imediatismo não é um bom aliado das pessoas que querem obter emagrecimento saudável.

Quando você emagrece da forma correta, a satisfação pelo resultado obtido é bem maior, pois é valorizado todo o esforço investido para atingir o objetivo.

Alguns alimentos são essenciais para o emagrecimento saudável, são eles:

Chá verde: Com seus antioxidantes, esse chá é capaz de acelerar a queima de gorduras e calorias. Uma dica é substituir o café pelo chá verde.
Maçã: Essa fruta é rica em fibras. Devido ao grande número de mastigadas necessárias para comer o alimento, o cérebro recebe sinais que diminuem a sensação de fome. Tenha o hábito de comê-la durante o dia!
Aveia: Ter o hábito de comer aveia pela manhã é um excelente modo de fornecer ao corpo dose de energia com consumo lento.
Peito de frango: A carne branca é riquíssima em proteína e tem ainda baixo nível de gordura. O ideal é comer frango grelhado e não frito.
Acompanhamento com profissional
Ter um nutricionista acompanhando sua dieta é sem dúvidas uma das melhores alternativas, pois eles saberão definir qual alimentação é necessária para o seu corpo e seu objetivo. Dentre os benefícios, podemos destacar:

Cardápio adaptado à sua rotina;
Melhora no desempenho físico e mental;
Combinações e doses de alimentos e vitaminas perfeitos para a sua necessidade.
Muitas pessoas deixam de fazer o acompanhamento por causa dos valores da consulta, mas fazer uma economia para ter condições de arcar com um profissional que traz melhorias para sua saúde, trará benefícios bem maiores.

Leia também: Dieta de emergência

Exame de bioimpedância
O exame de bioimpedância é um procedimento que mede a composição corporal através da aplicação de uma suave e indolor corrente elétrica no copo. A corrente circula livremente pelo líquido do tecido muscular, mas encontra resistência do tecido adiposo, que é a gordura. A partir disso, é possível calcular o índice de gordura, massa magra e vários outros componentes corporais. O procedimento pode ser realizado através de elétrodos ou de uma balança específica para esse exame.

Leia também: comprar Kifina

Leia também: Phytophen é bom

Ele é essencial para você fazer a sua dieta e consequentemente ter um emagrecimento saudável.

Modalidades de academia para emagrecimento saudável
É necessário adaptar a rotina de dietas e treinos para obter um bom resultado. Dentre os treinos, podemos destacar:

Contração de Abdômen: Esse exercício físico queima muitas calorias e define bem os músculos da barriga, que é o alvo de mudanças da maior parte dos praticantes de esportes.
Musculação e aeróbicos: Os exercícios como corrida e caminhada aumentam a frequência cardíaca. Os exercícios de musculação aumentam o tamanho do músculo. O ideal é praticar as duas modalidades.
Shapefit
Essa modalidade exclusiva da Pratique estimula o corpo humano de maneira a adaptá-lo para as atividades normais da vida cotidiana. Os exercícios estimulam a propriocepção, a força, resistência cardiovascular e muscular, a flexibilidade, equilíbrio e coordenação motora.

Além disso, ele também proporciona:

Perda de Peso;
Melhora da Postura;
Melhora do desempenho nos esportes;
Diminuição de ocorrências de lesões;
Melhora na eficiência dos movimentos;
Maior estabilidade da coluna vertebral;
Melhora do equilíbrio estático e dinâmico;
Desenvolvimento da consciência sinestésica (sensação do movimento);
Melhoria do equilíbrio muscular (simetria);
Aumento da estabilidade da região core (saúde da coluna vertebral);
Aumento de força muscular.
Uma ótima dica é ir e voltar da academia correndo, ou então, ter o hábito de passear em parques nos fins de semana. Com essas atitudes seu treino ficará completo, fazendo então com que os resultados esperados apareçam mais rápido.

Tudo é possível para quem acredita e para quem faz por onde. Se você seguir a sua dieta e praticar os exercícios conforme a orientação do profissional, os resultados certamente aparecerão. O limite é definido por cada um, superar-se a cada dia é uma vitória constante. Traçar metas e alcançá-las é o grande objetivo!

A Academia Pratique oferece tudo isso e muito mais, não deixe de conhecer nossos serviços! Você ficou com alguma dúvida sobre emagrecimento saudável ou gostaria de nos contar como conseguiu perder peso? Deixe nos comentários.

Por que ter um pênis grande pode ser um problema?

Decididamente, os homens nunca estão satisfeitos com o tamanho de seus zizi!

Muito pequeno, muito grande. Os homens sempre encontram defeitos no tamanho do sexo. Em contraste com o micro pênis, qual é o problema de uma engrenagem muito grande?

Mas qual é o problema com o sexo dos homens ? Pelo menos, no que diz respeito ao tamanho, senhores. Porque sim, temos a impressão de que você nunca está satisfeito! Enquanto alguns lamentam pelo pequeno tamanho de seu sexo , outros entram em pânico diante da “máquina” e até fogem das gazelas – bem, é o que dizem … Seja o que for Ou, parece que ser mimado pela natureza não é necessariamente uma bênção!

É uma pedra, é um pico, é um boné

A duração do sexo do homem sempre foi uma fonte de discussão, de ansiedade às vezes, de esperança, de desespero também. 

Ter um pênis pequeno certamente não é divertido, mas muitas vezes tendemos a esquecer que pênis grandes não são necessariamente um presente: fardo real a ser usado, eles podem se tornar uma desvantagem séria. E neste caso, torna-se necessário adotar os gestos certos para ser gentil.

Um grande zizi? Qual é o problema?

Se, ao seu lado, os 24, 28 ou mesmo 32 centímetros em ereção de Rocco Siffredi – as opiniões divergem de acordo com as fontes – atuam como pequenos jogadores, é que a natureza tem bastante estragado você … ou não. Este presente pode às vezes ser envenenado . 

Só porque um homem tem um pênis grande não significa que ele será capaz de dar o máximo prazer aos seus parceiros . Além do fato de que você deve saber como usar a “besta”, este belo tamanho também pode ser a causa da dor vaginal da senhora. 

Não ria, é sério! Esteja ciente, por exemplo, que um pênis grande limita as posições sexuais , especialmente aquelas onde a penetração é profunda. Algumas mulheres às vezes podem até ter medo de um falo XXL e recusar categoricamente qualquer relato. Ainda outros quererão superar um ao outro e tentar abraçar você para ir além de seus limites … Mas você é um homem, não uma fera de justiça. 

Em resumo, é difícil saber apreender os momentos de abraço quando eles são mais ou menos temidos.

Conheça o estimulante sexual masculino chamado Tauron. Ele é o responsável por estar aumentando a média nacional e acabando com os problemas sexuais dos homens.

O que fazer na presença de um pênis (também) grande?

Brincadeira à parte, a primeira coisa a fazer com o seu doce e terno é cuidar dela para relaxar ao máximo se o seu stress sexual! Massagens, música suave e acima de tudo … lubrificação! Nesse tipo de situação, as preliminares são essenciais . 

Para você escolher o que melhor lhe convier: lubrificante ou cunilíngua , o propósito da manobra é levá-lo para o país das maravilhas, assim, tome seu tempo e não assuste o pobre perdido. Diga a ele que a mão dele – ou ambas as mãos, talvez? – assim como sua boca são seus aliados. O amor não é apenas penetração vaginal ou anal e felizmente.

Se esta é sua primeira vez com ele, colocar o perfume desde o início das hostilidades, ele vai colocar na confiança e psicologicamente preparar … E se nada realmente acontece, é paciente e dedicado a o prazer dela para ela . Domar a fera será apenas uma questão de tempo!

Farinha Seca Barriga Emagrece? Como Usar, Ingredientes e Dicas

Composta por um mix de farinhas funcionais, a farinha seca barriga promete queimar gorduras e ajudar a diminuir medidas. Com ingredientes como farinha de ameixa, chá verde, extrato de gengibre e até farinha de soja preta, a mistura é fonte de fibras, termogênicos (alimentos que aceleram o metabolismo) e antioxidantes naturais, que combatem as inflamações e desintoxicam o organismo.

Mas será que a farinha seca barriga emagrece mesmo? Confira logo abaixo e aproveite para conhecer os principais ingredientes e dicas para utilizar a mistura para turbinar sua dieta.

O que é?
A farinha seca barriga é uma combinação de diversas farinhas naturais ricas em fibras, como por exemplo a farinha de maracujá, farinha de uva e o chá verde. Embora a composição da mistura seja bastante variável, ela costuma combinar ingredientes termogênicos, desintoxicantes e laxativos.

Para que Serve?
A farinha seca barriga serve para acelerar o metabolismo, estimular a queima de gorduras e melhorar a passagem dos alimentos pelo trato digestivo, facilitando sua eliminação pelo intestino.

Muitas pessoas acreditam que a farinha seca barriga emagrece e utilizam-na para turbinar a dieta e também para combater a prisão de ventre, problema tão comum atualmente graças ao consumo excessivo de alimentos altamente processados (e pobre em fibras).

Ingredientes
Não existe uma receita única de farinha seca barriga, uma vez que diversos ingredientes ricos em fibras podem ser utilizados. Em geral, são adicionadas farinhas de feijão branco, maracujá, amora, tangerina, banana verde, berinjela, goji berry, mamão, limão, ameixa, uva, gengibre, linhaça dourada, chia, cenoura, soja preta, maçã, hibisco e psyllium. Algumas formulações também levam chá verde, chá de hibisco e ágar-ágar.

Veja para que serve cada um destes ingredientes:

Feijão branco: É fonte de faseolamina, uma glicoproteína que reduz a ação da alfa-amilase, enzima que digere o amido. Essa propriedade da faseolamina ajuda a diminuir a absorção dos carboidratos – sobretudo os de alto índice glicêmico;
Maracujá: Inibe a absorção de gordura, aumenta a saciedade e controla a glicose do sangue;
Amora: Rica em fibras, é um antioxidante natural, combate as inflamações e o inchaço;
Tangerina: Digestiva, fornece vitaminas do complexo B e vitamina C, além de possuir efeito laxante e atuar na redução das taxas de colesterol LDL (colesterol ruim);
Banana verde: Contém amido resistente, que não é absorvido pelo organismo e nutre as bactérias do intestino, fortalecendo suas funções;
Berinjela: Com diversos estudos comprovando a eficácia da farinha de berinjela na perda de peso, essa farinha pode ser considerada como uma das mais importantes da mistura. Seu alto teor de fibras dificulta a absorção de gorduras, estimula o metabolismo e melhora o funcionamento intestinal;
Mamão: Uma das farinhas mais ricas em fibras, a farinha de mamão tem alto poder laxativo e ajuda a reduzir o inchaço abdominal;
Limão: Fonte de vitamina C, bioflavonoides e pectina. Melhora o sistema imune, controla as taxas de açúcar do sangue e traz saciedade;
Ameixa: Excelente fonte de fibras, serve para acelerar a passagem de alimentos pelo trato gastrointestinal e também pode ajudar a diminuir a vontade de comer doces, já que é naturalmente adocicada;
Uva: Contém poderosos antioxidantes como o resveratrol, que diminuem as inflamações, combatem o envelhecimento precoce e diminuem os níveis de colesterol, reduzindo os riscos de doenças cardíacas;
Goji Berry: Seu alto teor de vitamina C ajuda na oxidação dos ácidos graxos, facilitando a eliminação das reservas de gordura do organismo. O fruto de origem asiática também combate a celulite, fortalece o sistema imunológico, previne a diabetes e protege a pele contra os efeitos danosos dos raios ultravioletas;
Gengibre: Termogênica, a farinha de gengibre acelera a queima de gorduras e também tem ação anti-inflamatória;
Linhaça dourada: Desinflama, dificulta a absorção de gorduras, evita a prisão de ventre, diminui os níveis de colesterol e dá energia para o dia a dia;
Chia: Como absorve muita água, a sementinha prolonga a saciedade, controla as taxas de glicose e ajuda a diminuir os níveis de colesterol. Além disso, a farinha de chia também combate as inflamações, diminuindo o inchaço e facilitando a perda de peso;
Cenoura: É fonte de vitaminas do complexo B, que atuam no metabolismo dos carboidratos;
Soja preta: contém antocianina, fotoquímico que dificulta o ganho de peso e também é fonte de fibras que prolongam a saciedade;
Maçã: Contém pectina, fibra que retarda a digestão e prolonga saciedade. A farinha de maçã ainda é fonte de ácido ursólico, um composto presente na casca da fruta que tem potencial anabólico (estimula a síntese de proteínas necessárias para o crescimento dos músculos) e pode atuar na queima de gorduras;
Hibisco: Tem função diurética e melhora a digestão;
Ágar-ágar: A alga traz saciedade, melhora o funcionamento do intestino e tem ação desintoxicante;
Chá verde: Termogênico natural (acelera a queima de gorduras), também tem função digestiva, antioxidante e anti-inflamatória;
Psyllium: A fibra solúvel absorve muita água, aumentando o volume do bolo alimentar no estômago, o que traz saciedade com uma quantidade menor de calorias e facilita a passagem dos alimentos pelo sistema digestivo.
Afinal, Farinha Seca Barriga Emagrece Mesmo?
Ao dificultar a absorção de carboidratos, acelerar a queima de gordura, combater o inchaço e facilitar o trânsito intestinal, a farinha seca barriga ajuda a emagrecer, mas ela por si só não faz milagres. Consumir uma grande quantidade de farinha na expectativa de emagrecer mas não modificar a dieta e continuar sedentário não irá fazer você emagrecer.

ARTIGOS COMPLEMENTARES
Farinha Seca Barriga Funciona Mesmo?
Farinha de Banana Verde – Para Que Serve, Como Consumir e Dicas
Farinha Láctea Prende ou Solta o Intestino?
Qual Farinha Tem Glúten? Tipos e Dicas
A farinha pode ser uma grande auxiliar, já que acelera o metabolismo e facilita a eliminação de toxinas, duas propriedades indispensáveis para o processo de emagrecimento. Quando combinada com uma dieta rica em cereais integrais, proteína magra, verduras e legumes, a farinha seca barriga pode ser uma catalisadora do processo, ou seja, ela pode acelerar o emagrecimento.

Portanto, a conclusão é que a farinha seca barriga emagrece somente se for acompanhada de dieta e da prática de atividade física. Ou seja, não existem milagres, e não adianta colocar todas as expectativas só na farinha. Colabore!

Benefícios da Farinha Seca Barriga
A grande variedade de ingredientes da farinha seca barriga garante uma série de benefícios para a perda de peso e para a manutenção da saúde. Confira os principais:

Diminui o Apetite: As fibras presentes na farinha absorvem água e se dilatam no estômago, o que envia ao cérebro uma mensagem de que seu estômago já está cheio, diminuindo o apetite e reduzindo o consumo alimentar;
“Seca a Barriga”: Como o nome já sugere, a farinha rica em fibras estimula a queima de gorduras, melhora o trânsito intestinal e combate o inchaço, contribuindo para uma diminuição da circunferência abdominal;
Emagrece: A combinação de fibras, termogênicos e outros nutrientes da farinha seca barriga emagrece favorecendo o controle da glicemia (o que por sua vez ajuda a controlar o apetite e o acúmulo de gordura), fazendo o intestino funcionar de maneira mais eficiente, bloqueando a absorção de parte das gorduras e carboidratos e estimulando o metabolismo, colaborando para uma perda de peso saudável;
Reduz o Colesterol: A aceleração da passagem dos alimentos pelo intestino dificulta a reabsorção dos sais biliares, o que obriga o fígado a utilizar mais colesterol (LDL) para produzir mais bile para repor o que foi eliminado com as fezes. Portanto, quanto mais sais biliares forem produzidos pelo fígado, maior será a quantidade de colesterol retirada da corrente sanguínea. E, consequentemente, menores serão os níveis de colesterol na circulação;
Tem ação diurética: A presença de vitaminas do complexo B e do hibisco favorece o funcionamento dos rins e melhora a retenção de líquidos;
É fonte de fibras: As fibras da farinha seca barriga são do tipo solúvel e insolúvel, ambas igualmente importantes. Enquanto as fibras solúveis dissolvem-se quando misturadas com água e formam uma espécie de gel, as fibras insolúveis aceleram a passagem dos alimentos pelos intestinos e são excretadas praticamente intactas. O fato de se tornarem um gel no estômago faz das fibras solúveis ótimas aliadas da saciedade, ao passo que as fibras insolúveis são promotoras do bom funcionamento intestinal;
Desintoxica o organismo: O mal funcionamento do intestino dificulta a eliminação de resíduos do metabolismo e da digestão alimentar, situação que pode causar desde inchaço abdominal e alteração do humor até doenças graves, como o câncer de intestino. Ao promover a regularidade intestinal, a farinha seca barriga garante que as toxinas sejam eliminadas de maneira mais rápida e eficiente, o que favorece não só o emagrecimento como a saúde.
Como Usar?
A melhor maneira de usar farinha seca barriga é consumir uma ou duas colheres de sobremesa do composto diluídas em um copo com água, 30 minutos antes das principais refeições.

Consumir a mistura pela manhã ainda em jejum fará com que você sinta menos fome ao longo do dia e também irá garantir que seus níveis de glicose se estabilizem, diminuindo o apetite e facilitando o controle do consumo de calorias nas demais refeições.

Outra opção é utilizar acrescentar a farinha ao suco verde detox, potencializando a ação desintoxicante da bebida. Misturar ao leite desnatado, iogurte light e sucos de frutas são outras maneiras de consumir a farinha seca barriga.

Caso opte pela farinha seca barriga em cápsulas, consuma 1 comprimido com 300 ml de água 40 minutos antes da refeição.

Você pode utilizar a farinha seca barriga uma ou duas vezes ao dia, seja no café da manhã, antes do almoço e jantar ou junto com o lanche da manhã ou da tarde.

Dicas
Alie o consumo de farinha seca barriga com bastante água, já que as fibras absorvem muito líquido no estômago e no intestino;
Para não exagerar nas calorias e não causar desconforto intestinal, evite consumir mais que duas colheres da farinha ao dia;
Substitua parte da granola matinal por farinha seca barriga, e consuma com suco de frutas ou leite desnatado;
Um copo de leite desnatado com 1 colher de farinha seca barriga pode ser uma boa opção de lanche da manhã ou da tarde nutritivo e com poucas calorias;


Leia também: Phytophen Anvisa
Apesar de serem mais práticas para consumo em qualquer horário do dia, as cápsulas não apresentam o mesmo poder de saciedade da farinha natural, então a dica é consumir a farinha seca barriga em pó sempre que possível;
Fique atento aos rótulos, já que algumas marcas de farinha adicionam inibidores de apetite, estimulantes (como a cafeína) e outras substâncias que podem causar uma série de efeitos colaterais;
Para turbinar a perda de peso, combine a farinha com uma dieta balanceada e com menos calorias do que seu organismo necessita para manter o metabolismo. Somente consumir a farinha sem mudar os hábitos alimentares e sem praticar atividades físicas não irá fazer você emagrecer ou queimar gorduras;
Diminua seu consumo de sal, já que ele ajuda a reter líquidos, o que pode elevar consideravelmente o ponteiro da balança.

Leia também: Farinha seca barriga preço

Onde Comprar?
É possível comprar a farinha seca barriga em lojas físicas e virtuais de suplementos esportivos ou alimentos naturais. O preço da farinha costuma variar entre R$20 e R$ 25,00 reais por uma embalagem de 250g do produto.