Categoria: Emagrecimento

7 Erros que Você não Pode Cometer se Quer Emagrecer

7 Erros que Você não Pode Cometer se Quer Emagrecer

Na tentativa de emagrecer rápido, é comum as pessoas cometerem erros que não só atrapalham o emagrecimento como também podem prejudicar a saúde. Confira 7 erros que você não pode cometer se pretende perder peso de forma saudável.

1) Pular refeições
Pular uma refeição principal, como café da manhã, almoço ou jantar, pensando que assim vai comer menos e emagrecer é um erro muito comum, mas o efeito é exatamente o oposto.

Ficar muitas horas sem comer deixa o corpo com falta de energia e sem nutrientes essenciais para o seu bom funcionamento.

Como consequência, o organismo usa as proteínas dos músculos para obter energia e ao invés de você perder gordura, perde massa muscular.

Além disso, da próxima vez que você comer, o seu corpo vai tentar armazenar o máximo de energia e nutrientes possível, ganhando gordura.

Para não cometer esse erro, faça 6 refeições por dia (café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia) e não fique mais de 3 horas sem comer.

Saiba mais: Kifina preço

2) Fazer dietas muito restritivas
Dietas com pouquíssimas calorias ou que retiram algum tipo de alimento importante da alimentação são prejudiciais para a saúde e não contribuem para um emagrecimento saudável.

Para funcionar adequadamente e até para emagrecer o corpo precisa de todos os nutrientes. Por isso, dietas que cortam os carboidratos (pão, arroz, massa, batata) ou dietas específicas como a da proteína, sopa, suco, entre tantas outras, devem ser evitadas a todo custo.

Além de privar o corpo de nutrientes essenciais e prejudicar a saúde, esse tipo de regime alimentar é difícil de ser mantido e não funciona a longo prazo.

As dietas para perder peso devem ser balanceadas, completas e ter como objetivo um emagrecimento gradual, através de uma reeducação alimentar para evitar engordar no futuro.

Leia também: Tomar vinagre para emagrecer faz mal?

3) Cortar totalmente os carboidratos
Os carboidratos (pães, massa, arroz, batata, mandioca) devem estar presentes em pelo menos duas dastrês principais refeições do dia e, de preferência, nos lanches e ceia também.

Os carboidratos fornecem a única fonte de energia usada pelocérebro e pelos músculos, que é a glicose (açúcar), por isso são essenciais na alimentação.

É verdade que o seu consumo em excesso engorda, mas nem por isso ele deixa de ser essencial para o funcionamento do corpo. Por isso, o segredo está em comer menos carboidratos, diminuindo as doses em cada refeição.

4) Dormir com fome
Mesmo que você já tenha jantado, faça uma ceia leve antes de dormir. Dormir com fome pode prejudicar o seu sono e fazer você acordar com muita fome, o que aumenta as chances de exagerar no café da manhã ou outras refeições.

Além disso, não se esqueça que você irá ficar cerca de 6 a 8 horas em jejum enquanto dorme e, mesmo dormindo, o seu corpo ainda necessita de energia para funcionar adequadamente.

5) Exagerar nos fins de semana
Se você quer mesmo emagrecer, é importante cuidar da alimentação até mesmo nos fins de semana. Deixe para comer doces e comidas mais calóricas em dias específicos em que tenha uma festa ou um jantar com amigos, por exemplo.

Caso você tenha cometido algum excesso, compense no dia seguinte com uma alimentação balanceada e mais leve, mas não faça disso uma rotina.

6) Não fazer exercícios físicos
A atividade física é muito importante para quem quer emagrecer, pois a combinação entre dieta e atividade física ajuda a perde peso mais rápido.

Além das calorias gastas durante o exercício, dependendo do tipo de treino o metabolismo continua acelerado mesmo depois do exercício, aumentando o gasto energético do corpo mesmo em repouso.

7) Não consultar um profissional
Se você quer emagrecer mas não procura ajuda de um profissional, corre o risco de fazer dietas que não funcionam ou prejudicam a sua saúde e de sofrer lesões causadas pela prática inadequada de atividade física.

Os profissionais indicados para orientar as pessoas quanto às dietas e exercícios físicos são os nutricionistas e educadores físicos.

Chá de gengibre: saiba como preparar e os seus benefícios

Chá de gengibre: saiba como preparar e os seus benefícios

O gengibre é uma raiz tuberculosa nativa da Ásia que tem sido usada tanto na culinária quanto na medicina. Outros nomes do gengibre são mangarataia ou mangaratiá. A partir da infusão de pedaços dessa raiz é possível fazer o chá de gengibre.

O gengibre tem diversos benefícios terapêuticos, dentre eles uma ação bactericida, fungicida, antioxidante, antisséptico e anti-inflamatório. O chá de gengibre pode ser benéfico, em pequenas quantidades, para aliviar náuseas (inclusive durante a gravidez ou quimioterapia), ajudar na digestão e no combate a doenças de garganta e respiratórias.

Ele também ajuda a prevenir gastrite e úlceras, uma vez que atua no combate à bactéria H. pylori, uma das principais causas do problema.

O gengibre é conhecido por ser um alimento termogênico, ou seja, que acelera o metabolismo, aumenta a temperatura corporal e pode ajudar quem deseja emagrecer, mas este benefício só será notado se combinado a uma dieta saudável e prática de exercícios físicos.

O gengibre é encontrado nos mercados em natura, conserva, em forma de cápsula, cristal ou pó. Para fazer o chá, o melhor é utilizar a raiz pura. Na hora de comprar, prefira ela íntegra e fresca, com casca mais lisa, sem furinhos, que não esteja murcha ou mofada. A parte interna deve estar amarelada e não muito fibrosa.

Leia também: chá de gengibre pra que serve

Quais nutrientes possui?
O gengibre é rico em cobre, vitaminas A, B, C e D, potássio, selênio, zinco e magnésio. No caso do chá de gengibre, especificamente, os benefícios também estão muito relacionados à liberação dos óleos essenciais que fazem parte da sua composição: timol, carvacrol e eugenol.

Esses óleos são os responsáveis principalmente pela ação anti-inflamatória do chá de gengibre. Ou seja, o nosso corpo produz diversas substâncias inflamatórias, como as ocitocinas, mas os óleos essenciais do gengibre podem ajudar a inibir a inflamação. Inclusive, existem estudos em animais que mostram os seus benefícios para reduzir as inflamações das articulações relacionadas a artrites.

Para o estômago, principalmente, estudos mostram que ele afeta a aderência da bactéria H. Pylori, o que diminui o risco de desenvolver gastrite, úlcera, e até câncer de estômago em quem o ingere com maior frequência.

Note que a tabela de valores nutricionais abaixo considera 100 gramas de gengibre, porém o uso diário não pode ultrapassar 3 gramas.

Água (g) 78,88
Calorias (Kcal) 80
Proteínas (g) 1,82
Lipídios totais (g) 0,75
Carboidratos (g) 17,77
Fibras (g) 2
Cálcio (mg) 16
Ferro (mg) 0,6
Magnésio (mg) 43
Fósforo (mg) 34
Potássio (mg) 415
Sódio (mg) 13
Zinco (mg) 0,34
Cobre (mg) 0,22
Manganês (mg) 0,22
Selênio (mcg) 0,7
Vitamina C (mg) 5
Tiamina (mg) 0,025
Riboflavina (mg) 0,034
Niacina (mg) 0,75
Vitamina B6 (mg) 0,16
Composição do gengibre para cada 100 g:

Benefícios do chá de gengibre
Ajuda no emagrecimento: O chá de gengibre é um aliado para quem quer emagrecer, uma vez que é um alimento termogênico, ou seja, que acelera o metabolismo, aumenta a temperatura corporal e acaba ajudando a perder peso. Contudo, não adianta apenas tomar o chá de gengibre e esperar uma perda de peso significativa, os seus benefícios só serão notados se aliados a uma dieta saudável e prática de exercícios físicos.

Saiba mais: Conheça sete alimentos termogênicos que te ajudam a emagrecer
Diminui a náusea: Alguns estudos mostraram que o chá de gengibre pode ajudar a diminuir o enjoo depois de comer. Quando o alimento não “cai” bem, ele ajuda a diminuir esta sensação de má digestão. No entanto, se a causa deste enjoo for um tumor, por exemplo, ele não surtirá este efeito. Por ajudar na digestão, o seu uso também está relacionado a um alívio dos sintomas dos gases.

Também pode ser usado para diminuir as náuseas em pessoas que fazem quimioterapia ou grávidas, por exemplo, mas é importante sempre conversar com o seu médico antes de começar a fazer uso do chá nestas situações.

Previne úlceras e gastrites: Como o chá de gengibre ajuda a combater a bactéria H. pylori, uma das principais causas de gastrite e úlceras estomacais, ele também ajuda a prevenir que as doenças aconteçam. Esse mecanismo acontece da seguinte forma: a bactéria entra no corpo humano através da alimentação e se fixa no estômago, provocando gastrite e úlceras. Contudo, o chá diminuiria a sua aderência ao estômago, dificultando que ela se fixe e que provoque as doenças.

Pode ajudar na prevenção de cânceres: Dentre os cânceres que estudos mostram que o gengibre e seu chá podem ajudar a prevenir está o câncer de estômago, uma vez que ele é relacionado, em grande parte dos casos, a alterações provocadas por úlceras estomacais. Ele atua também na prevenção do câncer cólon-retal, pois possui uma substância chamada 6-gingerol, que impediria o desenvolvimento e a proliferação de células cancerígenas nessa região do intestino. Estudos em animais também mostram a diminuição do risco de desenvolvimento de câncer de fígado.

Prevenção de doenças respiratórias: Como o chá de gengibre tem ação antioxidante no corpo, ele age na prevenção da gripe e do resfriado. Ele também tem ação anti-inflamatória, melhorando os sintomas de tosse e dor muscular e das doenças como asma e bronquite.

Como preparar o chá de gengibre
Para que o chá de gengibre mantenha os seus benefícios, é importante não ferver a raiz com a água. O chá deve ser preparado da seguinte forma:

Lave bem a raiz do gengibre
Corte em pedaços pequenos ou rale a raiz
Enquanto isso, leve a água em fogo alto até ferver
Adicione o gengibre à água e tampe a panela, abaixando um pouco o fogo
Aguarde de 5 a 10 minutos para tirar do fogo
Coe e sirva.
Como consumir o chá de gengibre
A pessoa não deve consumir mais do que três gramas de gengibre por dia. Estas três gramas podem ser divididas em três ou quatro xícaras de chá ao longo do dia, por exemplo. Mas sempre tomando cuidado, uma vez que muito chá de gengibre pode causar irritação estomacal.

Saiba mais: Receita de bolo integral de cenoura e gengibre
Receitas de chá de gengibre
Chá de gengibre com canela – Foto: GettyImages
Chá de gengibre com canela – Foto: GettyImages
Chá de gengibre tradicional

Chá de limão siciliano e gengibre

Chá de morango e gengibre

Chá de maçã, canela e gengibre

Chá de folha de amora e gengibre

Quais as contraindicações deste chá?
Pessoas que já têm problemas estomacais ativos, como gastrite e úlceras, não devem consumir o chá de gengibre, pois ele pode piorar a irritação no local. Como o gengibre estimula a circulação sanguínea, pessoas com hemofilia – condição que dificulta a coagulação sanguínea – também não devem consumir o chá. Quem tem alguma cardiopatia, hipertensão, hipotireoidismo ou diabetes deve consultar o médico antes de fazer uso deste chá.

Consumo em excesso
O consumo do chá de gengibre em excesso pode aumentar demais o metabolismo, ainda mais se for combinado com alimentos com cafeína, como o café, e provocar vômitos diarreia, enjoo, irritação no estômago e gastrite.

10 Alimentos Detox para Emagrecer que não podem ficar de fora da Dieta!

Nosso organismo recebe muitos resíduos que podem sobrecarregá-lo diariamente como agrotóxicos, metais, aditivos químicos, tudo isso é proveniente daquilo que consumimos em nossas refeições, contamos com um sistema do próprio organismo para eliminar tais resíduos, mas também podemos consumir alimentos detox que ajudarão a eliminar esses produtos que causam toxicidade.

Os alimentos chamados detox ajudam tanto neste processo como para perda de peso, porém é preciso entender que o o que é chamado de alimentos detox na verdade são alimentos ricos em antioxidantes que defenderão o organismo dos radicais livres e fibras que farão o intestino funcionar melhor.

Estes alimentos favorecem a eliminação de líquidos por serem diuréticos e poderão acelerar o metabolismo porque alguns são termogênicos e tudo isso ajuda na perda de peso e na eliminação de toxinas, mas quem faz todo o trabalho de detoxificação são os rins, fígado, pulmões, sistema linfático.

Se o objetivo é emagrecer é preciso deixar bem claro que além de incluir estes alimentos, é necessário investir em uma alimentação equilibrada, fazer exercícios físicos regulares e procurar um médico para fazer exames específicos e um nutricionista para dar as devidas orientações.

Nunca se deve sair por aí fazendo dietas restritivas, que causarão frustração, angústia, muita fome e estresse, isso não vai ajudar ninguém, não é mesmo?

Nunca houve tantos tipos de dieta para emagrecimento e mesmo assim a porcentagem de obesos cresce no mundo, alguma coisa está errada não acham? As dietas restritivas contribuem com a obesidade sim e você vai entender o porquê mais adiante.

A melhor maneira de perder peso é tendo equilíbrio, bom senso e não fazer desta a coisa mais importante da vida.

Alimentos detox ajudam? É claro que sim e é sobre isso que falaremos neste post, por isso não saia daí!

Por que dietas restritivas são prejudiciais?

Como aqui gostamos de passar uma informação mais completa, antes de falarmos dos alimentos detox, vamos mostrar como a ciência comprova que dietas restritivas não ajudam emagrecer saudavelmente e ainda contribuem para o ganho de peso.

Dietas restritivas são aquelas onde se excluem vários alimentos, ou um grupo inteiro de alimentos como carboidratos.

A restrição alimentar só é necessária em casos como alergias alimentares como na doença celíaca onde é altamente prejudicial consumir alimentos com glúten por exemplo.

Quando não há necessidade de restrição organismo fica alterado e a fome aumenta após parar de fazer a dieta, o cérebro entende que há falta de comida e aumenta a vontade de comer aquilo que foi proibido e isso é uma porta de entrada para compulsões por doces por exemplo.

Leia também:
Receita de Suco Detox para Tomar a Noite

Receita de suco Detox Seca Barriga

Melhores horários para beber Suco Detox

Receita de Suco Detox para Emagrecer Rápido

Receitas de Suco Detox de Maracujá para Perder Peso

Receita: Suco Detox de Melancia com Gengibre para Emagrecer

Suco Detox Abacaxi: Receitas de Suco Detox para Perder Peso

Suco Detox de Couve com Limão e Gengibre para Emagrecer

20 Alimentos que ajudam na Perda de Peso

10 Alimentos para comer Antes de Dormir (para Hipertrofia Muscular)

O que comer antes do treino para emagrecer? (Principais Alimentos)

Ninguém consegue viver eternamente de dieta e isso é o que ocasiona o temido efeito sanfona, pois ao voltar para a alimentação original o organismo vai acumular as calorias perdidas no tempo de restrição e vai querer recuperar o tempo perdido aumentando a vontade daquilo que não pôde consumir naquele período.

Para que isso não aconteça é preciso eliminar a culpa em comer para comer com equilíbrio, sem exageros e sempre respeitando nossa fome e saciedade, além de entender quando temos fome fisiológica e quando a fome é emocional.

As dietas restritivas não dão certo porque o nosso sábio cérebro não permite a restrição alimentar por um longo período de tempo.

10 alimentos detox para ajudar na Perda de Peso

Todo mundo tem uma avó ou uma mãe que adora receitar chazinhos para vários tipos de problemas e muitos são realmente ótimos e como não poderia faltar na nossa lista o primeiro dos alimentos detox para emagrecer são alguns chás.

#1 – Chás
Chá de camomila: esta erva contribui para a diurese e serve também de calmante, tirando a ansiedade por comida e acalmando também o estômago.

Chá verde: rico em antioxidantes, protege o organismo dos radicais livres, é termogênico acelerando o metabolismo e também diurético.

Chá de cavalinha: evita o inchaço porque é diurético, aumenta a eliminação de líquidos.

Chá de carqueja: é antioxidante e diurético.

Chá de hibisco: tornou-se famoso por ser um ótimo diurético, é também rico em antioxidantes.

Obs: Estes chás devem ser consumidos na forma de suas folhas secas ou frescas, os sachês passam por um processo de produção que eliminam grande parte de suas propriedades.

Leia também: Max Detox

#2 – Abacaxi
Esta fruta tem bromelina, uma enzima que induz a produção de componentes fisiológicos que combatem inflamações evitando assim o inchaço, além de ser eficiente para prevenir o crescimento de tumores.

Leia também: Phytophen funciona

O abacaxi também é rico em fibras que ajudam o funcionamento do intestino e é diurético, este é um dos alimentos detox que faz parte de muitas receitas de sucos detox também.

#3 – Gengibre
Esta especiária tem muitas funções no organismo, uma delas é agir como anti inflamatório natural, além de ser antioxidante e acelerar o metabolismo por ser termogênico, ajuda o fígado a se livrar de resíduos.

Leia também: Kifina funciona

#4 – Açafrão ou Cúrcuma
Este tempero é um ótimo reforço para o sistema imunológico porque é repleto de antioxidantes, tem efeito anti inflamatório e protege o fígado.

#5 – Maçã
É uma fruta com efeito adstringente, ela absorve as gorduras do fígado e ajuda a controlar os níveis de colesterol, é rica em pectina, uma fibra que ajuda a combater a prisão de ventre e ajuda no trânsito intestinal, também provoca maior saciedade, além de ser rica em cromo, um mineral que diminui a fome, além de ser rica em antioxidantes.

Para ter os benefícios da fibra mais acentuados, é preciso consumi-la com casca.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

#6 – Couve
Como toda folha verde, é rica em clorofila, pigmento antioxidante que neutraliza efeitos tóxicos.

A couve também é rica em fibras, melhora a oxigenação e tem capacidade anti inflamatória, reduzindo inchaços.

Este é um dos mais famosos alimentos detox e não poderia ficar de fora.

#7 – Limão
Ajuda na digestão, o que facilita o trabalho do fígado, tem fibras e facilita o trabalho do intestino, é rico em vitamina C e antioxidantes, evita inchaços.

#8 – Berinjela
Sua maior composição é de água por isso ajuda na função intestinal e também age como um diurético.

Ajuda a eliminar as gorduras do fígado, controlando o colesterol.

#9 – Melancia
Esta fruta tem bastante água e fibras, por isso ajuda como diurético e também o intestino a funcionar melhor, eliminando assim o inchaço causado por inflamações.

A melancia também é rica em licopeno, um poderoso antioxidante que evita a formação de alguns tumores.

#10 – Grãos Integrais
Estes grãos são ricos em fibras que retardam a fome, pois dão sensação de saciedade e demora mais tempo para que o estômago fique vazio.

Isso vale para todos os grãos e sementes como o amaranto, linhaça, chia e quinoa.

Estes alimentos permitem que o intestino trabalhe com maior regularidade, o que facilita a eliminação de resíduos tóxicos e gorduras.

Dica Bônus

A água é fator fundamental para fazer um detox em qualquer tempo no organismo, além de ser super importante seu consumo também quando consumimos muitos alimentos diuréticos, pois é preciso repor os sais minerais que eliminamos.

A água purifica o organismo, ajuda o intestino funcionar e participa de vários processos fisiológicos, por isso não adianta se entupir dos alimentos detox acima se o consumo de água for insuficiente, pois este líquido precioso serve também de condutor para levar os nutrientes até o trato digestivo.

Outro fator importante é eliminar o máximo possível o consumo de alimentos ultraprocessados pois eles são ricos em sódio que causa inflamação, açúcar, aditivos químicos para melhorar a textura, aroma e sabor, além de conservantes e isso sobrecarrega o organismo diariamente.

O melhor é procurar fazer uma alimentação mais natural, como verduras, legumes, frutas, carnes magras, peixes, comida caseira e não aquela comprada no freezer do supermercado ou aquelas embaladas, ok?

Aqui finalizamos, esperando que tenham gostado das informações que foram compartilhadas neste post!

Compartilhem com os amigos! E nos contem o que acharam!

Dieta low-carb: uma mudança no estilo de vida

Conhecer os carboidratos e saber como inseri-los nas Dietas entram e saem de moda, estampando capas de revistas femininas como a última grande descoberta para salvar a saúde – e o projeto verão – de muitas pessoas. Porém, mais do que regras passageiras, algumas dietas podem fortalecer a saúde e promover uma verdadeira mudança de estilo de vida. Este é o caso da dieta low-carb que, quando adotada com sabedoria e sob a orientação de um nutrólogo ou nutricionista, pode eliminar do dia a dia alimentos com alto poder de desenvolvimento de doenças, como os ultraprocessados e os com excesso de gordura. Na prática, a dieta low-carb restringe a quantidade de carboidratos ingeridos ao longo do dia, dando mais espaço às proteínas e às gorduras. Porém, quem se propõe a adotar esse novo cardápio deve ter atenção à quantidade cortada e quais fontes de carboidrato serão eliminadas da rotina.


Leia também: Farinha seca barriga funciona

Segundo o dr. João Merheb, nutrólogo do Hospital São Lucas Copacabana, os alimentos ultra processados, como biscoitos, pães e bolos, devem ser os primeiros a ser reduzidos ou, se for o caso, esquecidos. Além de também serem fontes de açúcar, eles trazem poucos nutrientes para o corpo e não proporcionam saciedade, o que faz com que as pessoas comam mais quantidades ou mais vezes ao longo do dia.

Leia também: E-book 101 Receitas Low Carb preço

“Tanto as proteínas quanto as gorduras boas trazem a sensação de que o estômago já está cheio e que a pessoa não precisa mais comer, porque já está saciada. Isso é benéfico, principalmente, para quem quer reduzir a gordura corporal”, explica o especialista. Além disso, a dieta low-carb também ajuda a prevenir o diabetes tipo 2, já que prioriza a ingestão de alimentos com baixo índice glicêmico – que promovem menores picos de insulina no organismo. Quanto mais insulina, maior a necessidade de o corpo receber alimentos com alto índice glicêmico, o que pode influenciar no desenvolvimento do diabetes. Em vez de carboidratos vindos de “fontes ruins”, devem entrar aqueles provenientes dos legumes, das verduras e das frutas. A abóbora, a batata-doce, a banana, a maçã, a cenoura, a ervilha e algumas leguminosas, como o feijão e a lentilha, são ótimas fontes de carboidrato, mas também devem ser consumidos com moderação, seguindo o plano alimentar proposto pelo especialista.


Leia também: Kifina funciona

Trata-se de uma questão de equilíbrio, para priorizar todos os grupos alimentares e ainda manter as fontes certas de carboidrato na dieta. A mudança, porém, deve ser feita com sabedoria e de forma bem pensada, para que não acabe prejudicando a saúde em vez de melhorá-la. Para o dr. Merheb, o primeiro passo é consultar-se com um especialista que, depois de uma análise corporal e do histórico de saúde, traçará o melhor plano alimentar dentro das expectativas do paciente. É preciso ter em mente que uma dieta ruim, com a presença de carboidratos de absorção rápida, pode alterar o ciclo de produção de insulina, tornando o organismo sensível às alterações de glicemia provocadas pela dieta. Nesse caso, apenas substituir as fontes de carboidrato pode não ser eficaz, sendo necessário um período de adoção de uma dieta very low-carb, ou zero carb, com a intenção de corrigir esse desequilíbrio – sempre acompanhada de perto pelo especialista. “Adotar qualquer tipo de dieta sem a supervisão de uma pessoa capacitada para dar orientação é brincar com a saúde sem necessidade. Muita informação disseminada por pessoas que se dizem especialistas nas redes sociais são equivocadas e podem gerar o efeito contrário, seja na melhora da saúde, seja na eliminação de gordura corporal”, explica o especialista.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Jejum Intermitente: O que é?

Quando se fala em emagrecimento logo surge alguma dieta da moda, hoje vamos falar sobre o Jejum intermitente, é preciso conhecer e ter cautela para não correr o risco que aderir aos métodos populares que podem, inclusive prejudicar sua saúde. Outro detalhe importante e que já comentamos aqui é a diferença entre emagrecer e perder peso.

Leia também: Kifina reclame aqui

Deixar de ingerir o alimento por um período de tempo pré-determinado é um ato muito antigo, mas que de certa forma foi resgatado e se resume ao ato de comer quando está com fome; deve ser composta por refeições balanceadas e menos vezes por dia e foge totalmente daquela tradição de 3 em 3 horas.

Leia também: Phytophen reclame aqui

Alguns benefícios têm sido observados em praticantes do jejum intermitente como: emagrecimento, redução da resistência à insulina, ação anti-inflamatória que geralmente pode causar outras doenças como câncer. Uma das orientações do jejum intermitente é a inclusão diária de legumes, verduras, carnes, ovos e gorduras boas. No jejum completo é permitido ingestão de água, chás ou café, mas sem açúcar.

Leia também: Jejum Intermitente

Alguns métodos são adotados para a prática, entre eles o método 16/8 envolve jejuns diários de 16 horas para os homens e 14-15 horas para as mulheres. Em cada dia, você pode restringir a sua alimentação a uma de 8-10 horas e incluir de 2-3 ou mais refeições. A opção 5:2 ou dieta rápida envolve a ingestão de 500-600 calorias durante dois dias da semana e a alimentação normal nos outros 5 dias.

Leia também: Farinha seca barriga reclame aqui

No jejum de 24 horas, pode ser feito duas vezes na semana. O jejum de 36 horas exige muito mais do seu organismo e não é recomendado para todos e requer um acompanhamento mais rigoroso e por fim a do Guerreiro que permite vegetais durante o dia e algumas frutas e à noite pode fazer uma refeição normal; priorizando sempre a alimentação natural.

Quando se inicia a redução de alguns alimentos como açúcar, massas, processados e ultraprocessados é possível observar diferenças significativas na saúde e lógico que quando começa queimar mais calorias do que consome o resultado é notado. De acordo com estudo realizado em 2017 e publicado Journal of the International Society of Sports Nutrition, observou-se que o jejum intermitente que pode ser similar a restrição diária de calorias. Não recomenda-se a prática do jejum em alguns casos como gestação, infância e adolescência, lactação, diabéticos e outras situações que exigem restrições.

Esse conteúdo não tem por objetivo incentivar o jejum intermitente, pois é fundamental o acompanhamento de um profissional que direcionará a estratégia que atenda a demanda nutricional e se encaixe no ritmo diária individualmente.

Massagens redutoras funcionam mesmo?

Elas podem melhorar o contorno corporal, mas sozinhas não são capazes de reduzir a gordura localizada

Massagens redutoras e modeladoras visam a redução de medidas e melhora do contorno corporal. Mas será que elas conseguem mesmo fazer isso?

Normalmente as massagens redutoras mobilizam o tecido, tornando-o menos compacto e maleável por estimular sua circulação e assim trazendo aumento do metabolismo local. Além disso, elas funcionam como um reorganizador tecidual: à medida em que as manobras (que muitas vezes são vigorosas, ritmadas e precisas) são realizadas, as moléculas do tecido se movem, o que gera a maleabilidade do tecido. Com isso, elas podem ser feitas em todo o corpo, enfatizando-se as áreas de maior necessidade ou concentração de gordura localizada.

Leia também: o que é massagem redutora

Saiba mais: Massagem modeladora: melhora circulação e aspecto do corpo
Massagem redutora não emagrece
É interessante considerar que não há emagrecimento ou perda de gordura realizados por estas massagens, apenas mudança do contorno corporal. Mas a perda desta gordura pode ocorrer em um tratamento multidisciplinar, com mudanças na alimentação, prática de atividade física e investigação de doenças atreladas ao aumento de peso e acúmulo de gordura em áreas específicas.

Leia também: Kifina é bom

As massagens redutoras e modeladoras podem ser eficientes e trazem até bons resultados no corpo, desde que haja grande comprometimento do indivíduo que irá se expor ao tratamento completo.

Leia também: Phytophen é bom

Resultados esperados da massagem redutora
O difícil é determinar o quanto de medidas será perdido e qual aspecto visual encontrado após o tratamento com a massagem modeladora, pois dependerá muito das necessidades apresentadas e do verdadeiro motivo pelo qual o tecido se encontra daquele modo.

Leia também: Farinha seca barriga é bom

Isso será bem estudado a partir de uma criteriosa avaliação, que considerará, inclusive, períodos do mês em que o tecido apresenta-se mais inchado, por exemplo. Necessita-se avaliar se há ou não retenção de líquidos, presença de gorduras localizadas ou diminuição da circulação local, por exemplo, pois as três situações podem estar presentes e interligadas e assim, ao “resolver” uma destas demandas, as outras podem se apresentar de forma menos expressiva ou até inativas.

Normalmente o tecido “mais inflamado” ou ainda aquele que precisa de mais oxigenação, ao receber um estímulo (mesmo simples), apresenta-se mais homogêneo, não por um milagre, mas sim porque a abordagem foi correta e de acordo com a necessidade dele. A mesma coisa ocorre num tecido com circulação local diminuída: ao estimular a melhora de sua circulação, diminui-se a quantidade de líquido retido e consequentemente há perda de medidas locais.

Após um número de sessões traçado para o alcance do objetivo no tratamento proposto, o indivíduo pode fazer manutenções ou se manter ativo ao tratamento a fim de potencializar ou perdurar os resultados. Como opção, é possível manter-se, ao invés de uma ou duas vezes por semana (como durante o tratamento), em intervalos maiores, mas a interrupção total (e até mesmo parcial) pode afetar o resultado depois de um tempo.

Massagens modeladoras machucam?
As massagens apontadas podem não ser recebidas de modo muito confortável, principalmente nas primeiras sessões em que o tecido não está acostumado ao estímulo através das manobras da massagem.

No entanto, essas massagens não precisam ser extremamente dolorosas nem causarem pontos “roxos” nas áreas tratadas, a não ser que o tecido seja muito frágil e mesmo a leveza também traga estes desconfortos. Ainda assim, o aparecimento destes pontos pode indicar um excesso nas manobras propostas utilizadas à este tecido ou até mesmo um dano desnecessário.

É importante considerar que a avaliação do tecido a ser abordado deve ser bem detalhada e considerada na eleição de uma técnica para tratamento. Por exemplo, para tecidos mais flácidos, técnicas como a drenagem linfática manual podem ser uma ótima opção de tratamento e ainda ser eficiente, afastando a possibilidade dos indesejáveis pontos roxos, que podem estar doloridos quando palpados. Tudo dependerá do objetivo que se quer alcançar, por isso o profissional precisa estar habilitado e capacitado tanto para a realização da técnica como para a avaliação e escolha da conduta ideal para cada indivíduo.

Compare os nutrientes e os benefícios de 14 chás

Os benefícios são diversos, desde melhorar a digestão até ajudar no controle do diabetes

Chás quentinhos são muito bem-vindos quando o termômetros despencam. Para aproveitar as vantagens terapêuticas que eles fornecem, no entanto, é preciso saber a forma correta de preparo. “Desligue o fogo assim que a água começar a ferver e acrescente duas colheres de sopa para um litro ou duas colheres de chá para cada 250 ml. Abafe por três a cinco minutos e coe”, explica a nutricionista Flávia Cyfer, do Rio de Janeiro. Ela ainda aconselha a armazenar sempre na geladeira ou na garrafa térmica e jamais reaquecer a bebida, porque parte de suas propriedades serão perdidas. Confira abaixo os benefícios de 14 chás diferentes e escolha o seu preferido!

Erva cidreira

Erva cidreira – Foto: Getty Images
A erva cidreira é aliada do sistema digestivo e ainda ajuda a aliviar gases. “O chá de erva cidreira ótimo para ser tomado depois das refeições por pessoas que tem problemas de digestão”, conta a nutricionista Flávia Cyfer. A nutricionista Bruna Murta, da Rede Mundo Verde, também lembra que o chá de erva cidreira atua como um de calmante, como se fosse um sedativo natural.

Camomila

Camomila – Foto: Getty Images
Também de ação calmante, a camomila é boa para combater ansiedade e insônia e tem sido muito usada para aliviar a enxaqueca. “Essa opção é muito indicada no período da TPM, já que ajuda a amenizar cólicas, além da ação calmante”, conta a nutricionista Bruna Murta. A nutricionista Flávia Cyfer dá outra dica: “A pessoa que quiser dormir melhor à noite pode misturar uma colher de camomila e outra de erva cidreira, para um efeito sedativo melhor”.

Hortelã

Hortelã – Foto: Getty Images
Essa folhinha de aroma revigorante serve como antiparasita e antifúngica, ou seja, ajuda a matar bactérias ruins, principalmente do intestino, e auxilia pessoas que estão com complicações de gases. A nutricionista Bruna Murta acrescenta que ela é ótima para melhorar a digestão, combatendo azias.

Alecrim

Alecrim – Foto: Getty Images
“É um digestivo excelente, melhor ainda do que a hortelã”, conta a nutricionista Bruna Murta. O alecrim também é muito usado para ajudar pessoas que querem controlar o peso, pois aumenta a sensação de saciedade.

De acordo com a nutricionista Flávia Cyfer, esse chá ainda tem ações antipasmódica e anti-inflamatória – boas para cólica renal e menstrual -, ação antifúngica – ótima para ajudar a mandar embora o fungo cândida do organismo – e ação desintoxicante. “É um verdadeiro tônico para o fígado”, comenta a profissional.

Erva doce

Erva doce – Foto: Getty Images
O aroma dessa erva é muito usado como forma de relaxante. O chá, além de propiciar esse benefício, também ajuda no combate a cólicas e gases, além de melhorar a digestão.

Chá mate

Chá mate – Foto: Getty Images
Preferido de muitos, o chá mate tem ação termogênica e antioxidante, bom para acelerar o metabolismo e evitar o envelhecimento precoce. É preciso um cuidado, apenas, com o seu poder estimulante, por conter cafeína. “Pessoas com hipertensão precisam evitar exageros, porque o chá mate aumenta a circulação e ainda pode irritar ainda mais a parede do estômago de quem tem gastrite”, lembra a nutricionista Bruna Murta.

Chá de canela

Chá de canela – Foto: Getty Images
A canela pode ser uma ótima aliada no controle de diabetes. A nutricionista Bruna Murta explica que ela ajuda na redução da glicemia, regulando o açúcar no sangue. Além disso, a nutricionista Flávia Cyfer lembra que ela ajuda a diminuir a vontade de comer doces e melhora a circulação.

Leia também: comprar Kifina

Um estudo, realizado pelo Kansas State University, nos Estados Unidos, constatou que consumir meia colher de sopa por dia de canela ajuda a regular o colesterol. Os pesquisadores acreditam que tal redução é resultado da ação dos antioxidantes, que ajudariam a eliminar parte da gordura ruim que ingerimos com maior rapidez.

Chá verde

Chá verde – Foto: Getty Images
Esse é mais um chá campeão. “É desintoxicante, ajuda a fortalecer o sistema imunológico, previne problemas cardiovasculares por controlar o colesterol e ainda tem vários princípios ativos que ajudam na prevenção do câncer”, afirma a nutricionista Bruna Murta.

Flávia Cyfer complementa as vantagens dessa bebida: ajuda a combater cáries – basta fazer bochechos com ela – e serve de protetor solar interno, ajudando a proteger a pele contra raios ultravioletas. Tomar o chá, no entanto, não dispensa o uso do protetor solar externo.

Leia também: Phytophen funciona

O chá verde também é muito famoso pela ação termogênica, ou seja, acelera o metabolismo na queima de gorduras e pode contribuir para quem quer perder os quilos extras. Mas vale lembrar que a bebida não é milagrosa e nem ajuda a emagrecer sozinha – sempre é preciso aliar uma dieta equilibrada com exercícios físicos.

Leia também: chá de Kombucha

Chá de hibisco

Hibisco – Foto: Getty Images
Segundo a nutricionista Flávia Cyfer, o hibisco ajuda no controle do colesterol e é muito diurético, capaz de fazer uma varredura de toxinas no organismo. “Ele ajuda a eliminar gordura e pode ser uma boa opção para hipertensos, porque tem menos cafeína que o chá verde, mas benefícios semelhantes”, conta a profissional.

A nutricionista Bruna Murta explica que o fator que torna o chá de hibisco aliado do combate ao excesso de peso é a ação anti-inflamatória. “A bebida ajuda a diminuir a inflamação da obesidade, que é considerada um estado inflamatório do corpo”, afirma.

Chá de gengibre

Chás – Foto: Getty Images
“O gengibre é um dos melhores anti-inflamatório que temos na natureza”, diz a nutricionista Flávia Cyfer. Ele também atua no sistema digestivo contra cólicas e gases e ajuda no combate à celulite, tão indesejada pelas mulheres. A nutricionista ainda indica esse chá para combater enjoos e náuseas, principalmente em gestantes, que não podem usar muitos remédios durante a fase da gestação.

Chá de limão

Limão – Foto: Getty Images
Além de a fruta ser rica em vitamina C, a nutricionista Flávia Cyfer conta que ela tem ação alcalinizante, ou seja, ajuda a deixar o pH do sangue dentro do nível alcalino, que é como ele deve ficar. “Com esse nível estabilizado, não há perda desnecessária de nutrientes e todos os sistemas do corpo atuam da forma correta, garantindo saúde plena”, diz a profissional.

O conselho de Flávia é fazer o chá junto com a casca, porque ela tem uma ação muito forte de desintoxicação do organismo.

Maracujá

Maracujá – Foto Getty Images
O maracujá já é famoso por ajudar a acalmar os nervos. As nutricionistas indicam esse chá para combater ansiedade, estresse, insônia, irritação e agitação.

Maçã

Maçã – Foto: Getty Images
A fruta também tem ação calmante, além de ótima para ajudar na digestão. A nutricionista Flávia Cyfer também indica que ela é diurética, com efeito laxante.

Chá de alfazema

Alfazema – Foto: Getty Images
Mais um chá que ajuda a aliviar cólicas. De propriedade calmante e bactericida, a alfazema também é muito usada para amenizar dores de cabeça.

Emagrecimento saudável: Dicas e modalidades de academia que podem te ajudar

Para a realização de um emagrecimento saudável é necessário seguir alguns passos para obter os resultados esperados. Contudo, muitas pessoas alegam não ter tempo para realizar o processo, ou mesmo querem que os resultados apareçam como num passe de mágica, mas é necessário ter disciplina e dar tempo ao tempo.

As pessoas preferem optar por caminhos mais curtos para transformação do corpo, porém, o imediatismo não é um bom aliado das pessoas que querem obter emagrecimento saudável.

Quando você emagrece da forma correta, a satisfação pelo resultado obtido é bem maior, pois é valorizado todo o esforço investido para atingir o objetivo.

Alguns alimentos são essenciais para o emagrecimento saudável, são eles:

Chá verde: Com seus antioxidantes, esse chá é capaz de acelerar a queima de gorduras e calorias. Uma dica é substituir o café pelo chá verde.
Maçã: Essa fruta é rica em fibras. Devido ao grande número de mastigadas necessárias para comer o alimento, o cérebro recebe sinais que diminuem a sensação de fome. Tenha o hábito de comê-la durante o dia!
Aveia: Ter o hábito de comer aveia pela manhã é um excelente modo de fornecer ao corpo dose de energia com consumo lento.
Peito de frango: A carne branca é riquíssima em proteína e tem ainda baixo nível de gordura. O ideal é comer frango grelhado e não frito.
Acompanhamento com profissional
Ter um nutricionista acompanhando sua dieta é sem dúvidas uma das melhores alternativas, pois eles saberão definir qual alimentação é necessária para o seu corpo e seu objetivo. Dentre os benefícios, podemos destacar:

Cardápio adaptado à sua rotina;
Melhora no desempenho físico e mental;
Combinações e doses de alimentos e vitaminas perfeitos para a sua necessidade.
Muitas pessoas deixam de fazer o acompanhamento por causa dos valores da consulta, mas fazer uma economia para ter condições de arcar com um profissional que traz melhorias para sua saúde, trará benefícios bem maiores.

Leia também: Dieta de emergência

Exame de bioimpedância
O exame de bioimpedância é um procedimento que mede a composição corporal através da aplicação de uma suave e indolor corrente elétrica no copo. A corrente circula livremente pelo líquido do tecido muscular, mas encontra resistência do tecido adiposo, que é a gordura. A partir disso, é possível calcular o índice de gordura, massa magra e vários outros componentes corporais. O procedimento pode ser realizado através de elétrodos ou de uma balança específica para esse exame.

Leia também: comprar Kifina

Leia também: Phytophen é bom

Ele é essencial para você fazer a sua dieta e consequentemente ter um emagrecimento saudável.

Modalidades de academia para emagrecimento saudável
É necessário adaptar a rotina de dietas e treinos para obter um bom resultado. Dentre os treinos, podemos destacar:

Contração de Abdômen: Esse exercício físico queima muitas calorias e define bem os músculos da barriga, que é o alvo de mudanças da maior parte dos praticantes de esportes.
Musculação e aeróbicos: Os exercícios como corrida e caminhada aumentam a frequência cardíaca. Os exercícios de musculação aumentam o tamanho do músculo. O ideal é praticar as duas modalidades.
Shapefit
Essa modalidade exclusiva da Pratique estimula o corpo humano de maneira a adaptá-lo para as atividades normais da vida cotidiana. Os exercícios estimulam a propriocepção, a força, resistência cardiovascular e muscular, a flexibilidade, equilíbrio e coordenação motora.

Além disso, ele também proporciona:

Perda de Peso;
Melhora da Postura;
Melhora do desempenho nos esportes;
Diminuição de ocorrências de lesões;
Melhora na eficiência dos movimentos;
Maior estabilidade da coluna vertebral;
Melhora do equilíbrio estático e dinâmico;
Desenvolvimento da consciência sinestésica (sensação do movimento);
Melhoria do equilíbrio muscular (simetria);
Aumento da estabilidade da região core (saúde da coluna vertebral);
Aumento de força muscular.
Uma ótima dica é ir e voltar da academia correndo, ou então, ter o hábito de passear em parques nos fins de semana. Com essas atitudes seu treino ficará completo, fazendo então com que os resultados esperados apareçam mais rápido.

Tudo é possível para quem acredita e para quem faz por onde. Se você seguir a sua dieta e praticar os exercícios conforme a orientação do profissional, os resultados certamente aparecerão. O limite é definido por cada um, superar-se a cada dia é uma vitória constante. Traçar metas e alcançá-las é o grande objetivo!

A Academia Pratique oferece tudo isso e muito mais, não deixe de conhecer nossos serviços! Você ficou com alguma dúvida sobre emagrecimento saudável ou gostaria de nos contar como conseguiu perder peso? Deixe nos comentários.

Farinha Seca Barriga Emagrece? Como Usar, Ingredientes e Dicas

Composta por um mix de farinhas funcionais, a farinha seca barriga promete queimar gorduras e ajudar a diminuir medidas. Com ingredientes como farinha de ameixa, chá verde, extrato de gengibre e até farinha de soja preta, a mistura é fonte de fibras, termogênicos (alimentos que aceleram o metabolismo) e antioxidantes naturais, que combatem as inflamações e desintoxicam o organismo.

Mas será que a farinha seca barriga emagrece mesmo? Confira logo abaixo e aproveite para conhecer os principais ingredientes e dicas para utilizar a mistura para turbinar sua dieta.

O que é?
A farinha seca barriga é uma combinação de diversas farinhas naturais ricas em fibras, como por exemplo a farinha de maracujá, farinha de uva e o chá verde. Embora a composição da mistura seja bastante variável, ela costuma combinar ingredientes termogênicos, desintoxicantes e laxativos.

Para que Serve?
A farinha seca barriga serve para acelerar o metabolismo, estimular a queima de gorduras e melhorar a passagem dos alimentos pelo trato digestivo, facilitando sua eliminação pelo intestino.

Muitas pessoas acreditam que a farinha seca barriga emagrece e utilizam-na para turbinar a dieta e também para combater a prisão de ventre, problema tão comum atualmente graças ao consumo excessivo de alimentos altamente processados (e pobre em fibras).

Ingredientes
Não existe uma receita única de farinha seca barriga, uma vez que diversos ingredientes ricos em fibras podem ser utilizados. Em geral, são adicionadas farinhas de feijão branco, maracujá, amora, tangerina, banana verde, berinjela, goji berry, mamão, limão, ameixa, uva, gengibre, linhaça dourada, chia, cenoura, soja preta, maçã, hibisco e psyllium. Algumas formulações também levam chá verde, chá de hibisco e ágar-ágar.

Veja para que serve cada um destes ingredientes:

Feijão branco: É fonte de faseolamina, uma glicoproteína que reduz a ação da alfa-amilase, enzima que digere o amido. Essa propriedade da faseolamina ajuda a diminuir a absorção dos carboidratos – sobretudo os de alto índice glicêmico;
Maracujá: Inibe a absorção de gordura, aumenta a saciedade e controla a glicose do sangue;
Amora: Rica em fibras, é um antioxidante natural, combate as inflamações e o inchaço;
Tangerina: Digestiva, fornece vitaminas do complexo B e vitamina C, além de possuir efeito laxante e atuar na redução das taxas de colesterol LDL (colesterol ruim);
Banana verde: Contém amido resistente, que não é absorvido pelo organismo e nutre as bactérias do intestino, fortalecendo suas funções;
Berinjela: Com diversos estudos comprovando a eficácia da farinha de berinjela na perda de peso, essa farinha pode ser considerada como uma das mais importantes da mistura. Seu alto teor de fibras dificulta a absorção de gorduras, estimula o metabolismo e melhora o funcionamento intestinal;
Mamão: Uma das farinhas mais ricas em fibras, a farinha de mamão tem alto poder laxativo e ajuda a reduzir o inchaço abdominal;
Limão: Fonte de vitamina C, bioflavonoides e pectina. Melhora o sistema imune, controla as taxas de açúcar do sangue e traz saciedade;
Ameixa: Excelente fonte de fibras, serve para acelerar a passagem de alimentos pelo trato gastrointestinal e também pode ajudar a diminuir a vontade de comer doces, já que é naturalmente adocicada;
Uva: Contém poderosos antioxidantes como o resveratrol, que diminuem as inflamações, combatem o envelhecimento precoce e diminuem os níveis de colesterol, reduzindo os riscos de doenças cardíacas;
Goji Berry: Seu alto teor de vitamina C ajuda na oxidação dos ácidos graxos, facilitando a eliminação das reservas de gordura do organismo. O fruto de origem asiática também combate a celulite, fortalece o sistema imunológico, previne a diabetes e protege a pele contra os efeitos danosos dos raios ultravioletas;
Gengibre: Termogênica, a farinha de gengibre acelera a queima de gorduras e também tem ação anti-inflamatória;
Linhaça dourada: Desinflama, dificulta a absorção de gorduras, evita a prisão de ventre, diminui os níveis de colesterol e dá energia para o dia a dia;
Chia: Como absorve muita água, a sementinha prolonga a saciedade, controla as taxas de glicose e ajuda a diminuir os níveis de colesterol. Além disso, a farinha de chia também combate as inflamações, diminuindo o inchaço e facilitando a perda de peso;
Cenoura: É fonte de vitaminas do complexo B, que atuam no metabolismo dos carboidratos;
Soja preta: contém antocianina, fotoquímico que dificulta o ganho de peso e também é fonte de fibras que prolongam a saciedade;
Maçã: Contém pectina, fibra que retarda a digestão e prolonga saciedade. A farinha de maçã ainda é fonte de ácido ursólico, um composto presente na casca da fruta que tem potencial anabólico (estimula a síntese de proteínas necessárias para o crescimento dos músculos) e pode atuar na queima de gorduras;
Hibisco: Tem função diurética e melhora a digestão;
Ágar-ágar: A alga traz saciedade, melhora o funcionamento do intestino e tem ação desintoxicante;
Chá verde: Termogênico natural (acelera a queima de gorduras), também tem função digestiva, antioxidante e anti-inflamatória;
Psyllium: A fibra solúvel absorve muita água, aumentando o volume do bolo alimentar no estômago, o que traz saciedade com uma quantidade menor de calorias e facilita a passagem dos alimentos pelo sistema digestivo.
Afinal, Farinha Seca Barriga Emagrece Mesmo?
Ao dificultar a absorção de carboidratos, acelerar a queima de gordura, combater o inchaço e facilitar o trânsito intestinal, a farinha seca barriga ajuda a emagrecer, mas ela por si só não faz milagres. Consumir uma grande quantidade de farinha na expectativa de emagrecer mas não modificar a dieta e continuar sedentário não irá fazer você emagrecer.

ARTIGOS COMPLEMENTARES
Farinha Seca Barriga Funciona Mesmo?
Farinha de Banana Verde – Para Que Serve, Como Consumir e Dicas
Farinha Láctea Prende ou Solta o Intestino?
Qual Farinha Tem Glúten? Tipos e Dicas
A farinha pode ser uma grande auxiliar, já que acelera o metabolismo e facilita a eliminação de toxinas, duas propriedades indispensáveis para o processo de emagrecimento. Quando combinada com uma dieta rica em cereais integrais, proteína magra, verduras e legumes, a farinha seca barriga pode ser uma catalisadora do processo, ou seja, ela pode acelerar o emagrecimento.

Portanto, a conclusão é que a farinha seca barriga emagrece somente se for acompanhada de dieta e da prática de atividade física. Ou seja, não existem milagres, e não adianta colocar todas as expectativas só na farinha. Colabore!

Benefícios da Farinha Seca Barriga
A grande variedade de ingredientes da farinha seca barriga garante uma série de benefícios para a perda de peso e para a manutenção da saúde. Confira os principais:

Diminui o Apetite: As fibras presentes na farinha absorvem água e se dilatam no estômago, o que envia ao cérebro uma mensagem de que seu estômago já está cheio, diminuindo o apetite e reduzindo o consumo alimentar;
“Seca a Barriga”: Como o nome já sugere, a farinha rica em fibras estimula a queima de gorduras, melhora o trânsito intestinal e combate o inchaço, contribuindo para uma diminuição da circunferência abdominal;
Emagrece: A combinação de fibras, termogênicos e outros nutrientes da farinha seca barriga emagrece favorecendo o controle da glicemia (o que por sua vez ajuda a controlar o apetite e o acúmulo de gordura), fazendo o intestino funcionar de maneira mais eficiente, bloqueando a absorção de parte das gorduras e carboidratos e estimulando o metabolismo, colaborando para uma perda de peso saudável;
Reduz o Colesterol: A aceleração da passagem dos alimentos pelo intestino dificulta a reabsorção dos sais biliares, o que obriga o fígado a utilizar mais colesterol (LDL) para produzir mais bile para repor o que foi eliminado com as fezes. Portanto, quanto mais sais biliares forem produzidos pelo fígado, maior será a quantidade de colesterol retirada da corrente sanguínea. E, consequentemente, menores serão os níveis de colesterol na circulação;
Tem ação diurética: A presença de vitaminas do complexo B e do hibisco favorece o funcionamento dos rins e melhora a retenção de líquidos;
É fonte de fibras: As fibras da farinha seca barriga são do tipo solúvel e insolúvel, ambas igualmente importantes. Enquanto as fibras solúveis dissolvem-se quando misturadas com água e formam uma espécie de gel, as fibras insolúveis aceleram a passagem dos alimentos pelos intestinos e são excretadas praticamente intactas. O fato de se tornarem um gel no estômago faz das fibras solúveis ótimas aliadas da saciedade, ao passo que as fibras insolúveis são promotoras do bom funcionamento intestinal;
Desintoxica o organismo: O mal funcionamento do intestino dificulta a eliminação de resíduos do metabolismo e da digestão alimentar, situação que pode causar desde inchaço abdominal e alteração do humor até doenças graves, como o câncer de intestino. Ao promover a regularidade intestinal, a farinha seca barriga garante que as toxinas sejam eliminadas de maneira mais rápida e eficiente, o que favorece não só o emagrecimento como a saúde.
Como Usar?
A melhor maneira de usar farinha seca barriga é consumir uma ou duas colheres de sobremesa do composto diluídas em um copo com água, 30 minutos antes das principais refeições.

Consumir a mistura pela manhã ainda em jejum fará com que você sinta menos fome ao longo do dia e também irá garantir que seus níveis de glicose se estabilizem, diminuindo o apetite e facilitando o controle do consumo de calorias nas demais refeições.

Outra opção é utilizar acrescentar a farinha ao suco verde detox, potencializando a ação desintoxicante da bebida. Misturar ao leite desnatado, iogurte light e sucos de frutas são outras maneiras de consumir a farinha seca barriga.

Caso opte pela farinha seca barriga em cápsulas, consuma 1 comprimido com 300 ml de água 40 minutos antes da refeição.

Você pode utilizar a farinha seca barriga uma ou duas vezes ao dia, seja no café da manhã, antes do almoço e jantar ou junto com o lanche da manhã ou da tarde.

Dicas
Alie o consumo de farinha seca barriga com bastante água, já que as fibras absorvem muito líquido no estômago e no intestino;
Para não exagerar nas calorias e não causar desconforto intestinal, evite consumir mais que duas colheres da farinha ao dia;
Substitua parte da granola matinal por farinha seca barriga, e consuma com suco de frutas ou leite desnatado;
Um copo de leite desnatado com 1 colher de farinha seca barriga pode ser uma boa opção de lanche da manhã ou da tarde nutritivo e com poucas calorias;


Leia também: Phytophen Anvisa
Apesar de serem mais práticas para consumo em qualquer horário do dia, as cápsulas não apresentam o mesmo poder de saciedade da farinha natural, então a dica é consumir a farinha seca barriga em pó sempre que possível;
Fique atento aos rótulos, já que algumas marcas de farinha adicionam inibidores de apetite, estimulantes (como a cafeína) e outras substâncias que podem causar uma série de efeitos colaterais;
Para turbinar a perda de peso, combine a farinha com uma dieta balanceada e com menos calorias do que seu organismo necessita para manter o metabolismo. Somente consumir a farinha sem mudar os hábitos alimentares e sem praticar atividades físicas não irá fazer você emagrecer ou queimar gorduras;
Diminua seu consumo de sal, já que ele ajuda a reter líquidos, o que pode elevar consideravelmente o ponteiro da balança.

Leia também: Farinha seca barriga preço

Onde Comprar?
É possível comprar a farinha seca barriga em lojas físicas e virtuais de suplementos esportivos ou alimentos naturais. O preço da farinha costuma variar entre R$20 e R$ 25,00 reais por uma embalagem de 250g do produto.

Médica responde: remédio para emagrecer realmente emagrece, ou treino e dieta são mais efetivos?

Médica responde: remédio para emagrecer realmente emagrece, ou treino e dieta são mais efetivos?

Um dos maiores problemas de quem quer emagrecer é, certamente, a necessidade do controle das calorias ingeridas e gastas ao longo do dia.

Ganhar ou perder peso é uma questão matemática, explicando de forma grosseira: seu corpo gasta energia para se manter vivo, e aumenta o gasto calórico quando você pratica algum exercício físico; portanto, comer menos e se mexer mais seria a conta correta para quem quer eliminar alguns quilinhos, porém, não podemos esquecer que existem vários outros fatores que interferem nesse processo como genética, doenças associadas, o tipo do alimento que está sendo ingerido.

Cada pessoa tem um metabolismo completamente diferente, com ingestão alimentar e gasto calórico diferenciado um do outro.

A esperança sempre esteve voltada a ciência, na expectativa de que surgisse uma medicação milagrosa e que queimasse parte bem evidente das calorias que você ingere diariamente.

Eles prometem acelerar metabolismo, queimar calorias, reduzir os pneuzinhos, consequentemente gerariam o emagrecimento tão esperado por muitos.

Uma pesquisa realizada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em abril de 2007 apontou que o Brasil seria o MAIOR consumidor mundial de remédios para emagrecer. Segundo a Secretaria Nacional Antidrogas (Senad), de 2001 a 2005 o número de usuários dessas substâncias dobrou no país, passando de 1,5% para 3%. Por mais que o percentual pareça baixo, esse índice é extremamente alto, pois nos mostra de forma bem simples e evidente que a maioria da população que busca emagrecer por algum motivo, dá muito mais valor aos medicamentos, que a dieta e o exercício físico.
Visando esse crescimento acelerado, em janeiro de 2008 a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) estabeleceu regras mais rígidas e específicas para a comercialização e consumo de remédios para emagrecimento. A quantidade passou a ser limitada à receita e as doses máximas de cada substância também diminuíram. Em 2011, outras medicações foram proibidas de serem prescritas e comercializada dentro do Brasil. O intuito maior sempre foi minimizar o consumo das anfetaminas no Brasil.
Queimar gordura é um processo lento, o qual necessita de disciplina e controle emocional,desta forma, muitas pessoas preferem recorrer a medicamentos com essa finalidade.

Leia também: Kifina Funciona

Saiba alguns MITOS e VERDADE sobre emagrecimento, ganho de músculos e uso de medicamentos:

1- MITO – Remédios queimam calorias:
Remédios NÃO queimam suas calorias, não gastam suas calorias, infelizmente. Eles apenas alteram seu padrão alimentar temporariamente, por isso precisamos de uma reeducação alimentar envolvida em todo esse processo.

2- VERDADE- O que queima gordura é uma dieta correta, balanceada e treino de alta intensidade para elevarmos o gasto calórico.

3- MITO- Vitaminas engordam?
Vitaminas não engordam, o que lhe engorda é exclusivamente COMER;

4- MITO- Hipotireoidismo engorda?
Hipotireoidismo NÃO ENGORDA, ele apenas lentifica seu metabolismo e faz uma retenção de líquidos, portanto você fica inchado e seu gasto calórico em repouso (taxa metabólica basal) se reduz.

5- MITO- A dieta do amigo emagrece todo mundo?
Pare de pegar a dieta proposta ao SEU AMIGO, afinal, ela foi feita para o metabolismo dele, para a rotina diária de vida e de treinos, mesmo que vocês tenham o mesmo peso e altura;

Leia também: Phytophen Anvisa

6- MITO- Comer muita proteína aumenta muito o músculo?
Não. Nem sempre só ingerir proteína será suficiente para o ganho de músculos. Pare de fazer dietas malucas da internet para HIPERTROFIA, lembre-se que proteína em excesso ENGORDA, vira depósito de gordura, principalmente se não for estimulada metabolicamente pelos treinos resistido (treinos de musculação);

7- MITO- Termogênico emagrece?
Medicamentos ou suplementos termogênicos, NÃO EMAGRECEM ninguém. Todo termogênico pode aumentar seu metabolismo basal em cerca 10%, aumentando consequentemente o gasto calórico de forma irrisória, sem implicar em emagrecimento efetivo. Ainda sim, não conseguimos saber quem terá o benefício de acelerar o gasto calórico ou não, seja de 1 ou 10% da taxa metabólica basal.

8- VERDADE – Remédio para emagrecer pode realmente ajudar a emagrecer?
Não se esqueça que o remédio “PARA EMAGRECER”, te ajuda apenas a fazer dieta. Se não fizer a tal dieta, de nada vai adiantar tomar seu REMEDINHO MILAGROSO. A medicação pode auxiliar na fase inicial para inúmeras pessoas, seja no controle de ansiedade, o qual o leva a ingerir uma quantidade aumentada de calorias, seja para redução parcial do apetite.

Leia também: Comprimido para emagrecer funciona?

Todo esse processo de emagrecimento precisa iniciar com uma reeducação alimentar aliada a atividade física regular e quase que diária, para obtermos resultados satisfatórios com relação a perda de gordura e manutenção da massa magra (seus músculos).

Portanto, remédio para emagrecer, pode SIM ajudar a emagrecer, desde que bem indicado e após avaliação médica detalhada, afinal toda medicação tem suas indicações e contraindicações; contraindicações estas que muitas vezes podem piorar todo o trabalho envolvido no processo de emagrecimento.

Fique atento e tenha muito cuidado ao fazer uso de medicamentos para emagrecer, consulte um médico especialista (nutrólogo) para lhe orientar adequadamente se existe real necessidade do uso desse tipo de medicamento.

Emagrecimento saudável e efetivo como obter? Confira!

Emagrecimento saudável e efetivo como obter? Confira!

Para obter um emagrecimento saudável e efetivo é necessário a quebra de vários paradigmas na medicina e na área da saúde de maneira geral. Antigamente, ouvíamos que para emagrecer bastava “fechar a boca”, não é mesmo? Se nos dias atuais você ouvir de algum profissional da saúde um absurdo desses, fuja rapidamente sem olhar para trás, pois de modo algum, ele pode falar isso para um paciente.

Emagrecimento saudável e efetivo como obter? Confira! (imagem: reprodução/internet)
Se atualizar é fundamental, Para a perda de gordura de forma saudável procure saber o que de verdade acontece (fisiologicamente) no seu corpo e o que é necessário para que ela ocorra bem, saudável, e emagreça sem prejudicar a sua saúde.

Como conseguir uma emagrecimento saudável?
Para um emagrecimento saudável é necessário, mudanças no estilo de vida, gerenciamento do estresse e sono de qualidade, realização de exames laboratoriais para avaliação e tratamento dos desequilíbrios metabólicos e hormonais, controle da inflamação crônica subclínica, fazer exercícios físicos para ganho de energia, e não esquecer de procurar uma ajuda especializada.

Dietas da modinha realmente vale a pena para sua alimentação?
Adotar um plano alimentar de acordo com suas REAIS necessidades. Dietas da modinha (Low carb, dieta cetogênica, etc) não funcionam pra todo mundo, SOMOS SERES ÚNICOS, o código genético varia de pessoa para pessoa, ou seja, não são iguais. Até nossas digitais são diferentes, portanto, não podemos generalizar o que devemos comer.

Leia também: Fit Mzt funciona

Emagrecimento saudável e efetivo como obter? Confira! (imagem: reprodução/internet)
É importante que faça testes genéticos para identificar possíveis polimorfismos. Esses polimorfismos dificultam (ou mesmo impedem) o seu emagrecimento. Através do resultado do seu teste genético a nutricionista elaborará um plano alimentar individualizado otimizando seus resultados.

Leia também: Phytophen Anvisa

A importância da composição corporal
É fundamental para mudança da composição corporal a prática do treinamento resistido (musculação), entenda que é necessário aumentar o gasto calórico para o emagrecimento e só existem 3 formas de se gastar calorias:

1. Utilizando no metabolismo basal;
2. Como digerir alimentos;
3. E as consumidas na contração muscular; O treinamento resistido, por atuar significativamente no ganho de massa muscular, contribui com o aumento do metabolismo basal potencializando emagrecimento, sendo assim conseguirá chegar no seu objetivo.

Leia também: Kifina

Remédios para Emagrecer: Conheça os principais para perder peso!

Remédios para Emagrecer: Conheça os principais para perder peso!

Com o Verão se aproximando, a urgência por emagrecer e aproveitar os dias mais quentes com roupas curtas e biquíni vai aumentando. Mesmo que você tenha feito dietas ou uma reeducação alimentar durante o ano (ou parte dele), e feito exercícios físicos regularmente, pode ser que você não tenha conseguido chegar ao peso que você julga ideal, e a vontade de tomar um dos remédios para emagrecer disponíveis no mercado parece ser a solução para chegar ao resultado esperado.

Mas será que vale mesmo a pena? Dos remédios para emagrecer que existem e são liberados pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), qual o melhor? Eles causam efeitos colaterais? Quantos kilos é possível emagrecer tomando esses remédios?

Veja tudo que descobrimos sobre os principais remédios para emagrecer a seguir:

Contents [hide]

1 Sibutramina para emagrecer
2 Saxenda
3 Bupropiona
4 Fluoxetina
5 Orlistat
6 Onde Comprar Remédios para Emagrecer
Sibutramina para emagrecer
A Sibutramina talvez seja o remédio para emagrecer mais conhecido, porque em 2011, quando a ANVISA proibiu a venda de vários remédios para emagrecer, a Sibutramina foi a única que agia sobre o sistema nervoso que teve a sua venda permitida no Brasil (mesmo depois de ser proibida nos EUA).

A Sibutramina foi criada inicialmente para servir como um antidepressivo, mas quando foi percebido que um dos seus efeitos colaterais ao agir sobre dois neurotransmissores (a serotonina e a noradrenalina) era a sensação de saciedade e a redução da fome, ela começou a ser usada no tratamento da obesidade.

O uso da Sibutramina deve ser mediante indicação médica, e sua venda só pode ser feita com receita. Os nomes comerciais da Sibutramina são Reductil, Biomag, Nolipo, Plenty, Sibus, entre outros, além do medicamento genérico.

As reações mais comuns causadas pela Sibutramina são dor de cabeça, prisão de ventre, dor de estômago, boca seca, insônia, náuseas, tontura, taquicardia e outros.

Para saber preços e encomendar o seu medicamento você pode clicar aqui e acessar ao site da Drogaria Onofre.

Saxenda
O Saxenda também é um remédio usado no tratamento da obesidade e usa um hormônio sintético que causa a saciedade, imitando a ação do GLP-1, um regulador fisiológico do apetite que é produzido naturalmente pelo organismo sempre que algum alimento é consumido.

O Saxenda é fabricado pelo Novo Nordisk, que é um laboratório que usa esse mesmo princípio ativo (o Liraglutida) na composição de medicamentos para o tratamento do diabetes, como o Victoza.

Ao contrário do Orlistat e da Sibutramina, que são orais, o Saxenda é aplicado com uma caneta, com uma injeção diária debaixo da pele (que o próprio paciente pode aplicar), conforme indicação médica.

Sua venda só é feita com apresentação de receita médica, e os efeitos colaterais mais comuns são enjoos, diarreia, prisão de ventre vômito, perda do apetite, gastrite, má digestão, boca seca, flatulência, fraqueza, cansaço, mudança no paladar, tontura, cálculo biliar e hipoglicemia, e costumam passar após os primeiros dias de tratamento.

Se você ainda tem dúvidas sobre o Saxenda, neste artigo nós contamos mais informações sobre ele e onde você pode comprar o medicamento, assim como os preços e prazo de entrega.

Leia também: Comprar Kifina

Bupropiona
Assim como a Sibutramina, a Bupropiona também foi elaborado para tratar a depressão e a ansiedade, e ao reduzir a ansiedade, se mostrou um bom aliado para regular o apetite e para parar de fumar.

Sua venda também é controlada, e as reações adversas mais comuns causadas pela Bupropiona são:

ânsia de vômito
tontura
boca seca
insônia
tremores
febre
dor abdominal, nos olhos e na garganta.

Fluoxetina
A fluoxetina também é um antidepressivo usado para emagrecer porque apresenta efeitos colaterais como a alteração do paladar e a redução do apetite e da ansiedade, que é uma das causas do aumento do peso, já que causa a compulsão alimentar.

Leia também: comprar Phytophen

Além desses efeitos colaterais, a Fluoxetina também causa boca seca, confusão mental, sangramento vaginal fora do período menstrual, sonolência, fadiga, tremores, irritabilidade, enjoo e diarreia, além de outros efeitos colaterais comuns aos remédios antidepressivos, como o aumento do risco de suicídio e pensamentos confusos, por exemplo.

A Fluoxetina também deve ser prescrita por um médico, que deve considerar outras opções com menos riscos e efeitos colaterais, já que vimos que existem outras opções de remédios para emagrecer.

Orlistat
O Orlistat é um remédio da Roche, conhecido pelo nome comercial de Xenical.

A ação do Orlistat se dá ao inibir a lípase pancreática, que é uma enzima que quebra os triglicerídeos no intestino. Sem essa enzima, os triglicerídeos ingeridos e a gordura são excretados sem serem digeridos, reduzindo as calorias consumidas.

O Orlistat também é usado no tratamento da obesidade e também só é vendido com receita médica, mas os efeitos colaterais causados são um pouco diferentes, sendo os mais comuns problemas renais e gastrointestinais, dor abdominal, flatulência, diarreia e cefaleia.

Onde Comprar Remédios para Emagrecer
Os medicamentos para emagrecer são vendidos em farmácias e muitos deles precisam de receita para serem comprados. Mas você pode conferir o preço, prazo de entrega e as condições de pagamento dos medicamentos. Nós recomendamos a Drogaria Araújo, Onofre e a Netfarma, que são lojas que entregam em todo o país e que possuem bons preços em seus produtos. Clique no botão abaixo e selecione a loja que melhor lhe atende!

Woman Sek FUNCIONA

Woman Sek FUNCIONA

A busca pelo emagrecimento é algo que a maior parte da população busca. Existem diversos meios para chegar até a meta desejada de peso. A pessoa pode buscar adquirir uma dieta, ir até uma academia, fazer caminhadas e, até mesmo, tomar medicamentos, que muitas vezes não são efetivos e, somente, engana quem busca pelos ótimos resultados prometidos.

Porém, esses métodos, em sua grande parte, são lentos e demoram meses ou, até, anos para o ser humano alcançar o tão desejado emagrecimento. Porém, existem remédios totalmente efetivos que, quando equilibrados junto de uma boa dieta e vida saudável, entregam resultados incríveis e com muita rapidez. Entre eles, um que se destaca é o Woman Sek funciona, comercializado em forma de cápsulas.

Com isso, hoje, nesse artigo, estaremos abordando informações essenciais sobre o seu uso, incluindo contraindicações e precauções, para evitar que os pacientes sofram com problemas durante o tratamento.

O QUE É Woman Sek?

O Woman Sek é um suplemento em forma de cápsula que possuí os melhores ingredientes Detox que aumenta o metabolismo e faz a desintoxicação do organismo, auxiliando, diretamente, na perda de peso e redução do inchaço com muita rapidez e efetividade.

COMO FUNCIONA Woman Sek
Dentro do organismo, os componentes do Woman Sek fazem uma efetiva ação desintoxicante, e assim, com isso, ocorre a diminuição da retenção líquida do corpo. Diante desse efeito, o inchaço extra desaparece e o peso indesejado é eliminado com sucesso e rapidez.

COMO USAR Woman Sek
A administração das cápsulas devem ser feitas sempre por via oral.

O paciente não deve mastigar e nem cortar no meio o medicamento. Caso achar necessário, a pessoa pode tomar o Woman Sek junto com um copo de água.

A posologia normalmente recomendada é:

A dose de duas cápsulas por dia, sendo uma antes do almoço e uma antes da janta.
Os resultados mais efetivos costumam ocorrer depois de 3 meses de uso do Woman Sek.

O médico especialista e/ou o nutricionista pode fazer a orientação final sobre o a dosagem, duração do tratamento e horários para administração do medicamento.

COMPOSIÇÃO
Cada cápsula de Woman Sek contêm as seguintes substância:

Quitosana: que faz com que o organismo não absorva gordura indesejada.
Physilium: por ser eficiente contra prisão de ventre, a planta Physilium auxilia a pessoa a desinchar.
Agar Agar: totalmente eficiente contra a absorção alta de gorduras e, com isso, diminuindo o colesterol.
Spirulina: por ser rica em proteínas, a alga Spirulina faz com que a pessoa tenha menos fome durante as ações do dia a dia.
Colágeno: é uma das substâncias mais famosas na área da estética, pois é essencial para evitar a flacidez da pele.
Berinjela: o alimento, que é muito conhecido pelas pessoas, é muito importante na formulação do Woman Sek, pois ele possuí muitas fibras, melhorando, e muito, o funcionamento do intestino.
CONTRAINDICAÇÕES
Não existem muitas contraindicações de uso do remédio, somente se a pessoa possuir alguma hipersensibilidade ou alergia aos componentes presentes na formulação do Woman Sek.

Mulheres que estejam grávidas ou amamentando, crianças, idosos e quem esteja utilizando outros medicamentos e/ou estão sofrendo com alguma doença séria devem buscar orientação médica especialista antes de dar início a utilização do remédio.

Leia também: Phytophen é bom

EFEITOS COLATERAIS DO Woman Sek
Por ser um medicamento totalmente a base de ingredientes naturais, o Woman Sek não causa nenhum efeito colateral indesejado. Problemas podem ocorrer, somente, se paciente ingerir doses acima do recomendado do produto.

Woman Sek FUNCIONA MESMO?
Diante de tantas informações abordadas nesse artigo, já é possível concluir que sim, o Woman Sek funciona com muita efetividade. Podendo ver relatos apresentados em redes sociais, blogs e, até mesmo, no site oficial do produto, o medicamento, quando utilizado de forma correta, seguindo todas as orientações do médico e/ou nutricionistas e respeitando as informações da bula, causa o emagrecimento com rapidez e confiança. Além disso, a empresa que distribuí o medicamento devolve seu dinheiro caso não ocorra resultados satisfatórios em um mês de uso.

Veja alguns clientes que fizeram o uso e tiveram perda de peso considerável:

QUANTOS QUILO PODE PERDER
É impossível dizer exatamente quantos quilos a pessoa irá perder durante a utilização do Woman Sek, pois o organismo de cada um irá reagir de uma maneira diferente, e ainda existe o fato da pessoa manter uma boa alimentação e praticar exercícios físicos.

O que vale ressaltar é, quando o paciente mantem hábitos saudáveis e toma corretamente o medicamento as chances dele perder mais peso é maior.

O QUE A MÍDIA DIZ
No site oficial do Woman Sek é possível encontrar diversos relatos da mídia, incluindo sites renomeados da área, como Corpo a Corpo e Boa Forma. Todos dão ótimos elogios e críticas do produto, dizendo que estudos apontam eficientes e rápidos resultados e que a compra vale muito a pena.

RECLAMAÇÕES DO Woman Sek
Apesar de relatos de ótimos resultados e uma formulação com os componentes mais eficientes possíveis, o Woman Sek pode gerar algumas reclamações das pessoas que o administraram, principalmente no Reclame Aqui. O que vale a pena diante dessas críticas é ver o que dá para levar em consideração e tirar suas próprias conclusões finais sobre.

Por fim, o Woman Sek é, sim, um produto testado e com muita efetividade. Reclamações ocorrem com qualquer produto em qualquer outra área.

Woman Sek PREÇO E ONDE COMPRAR
É recomendado fazer a compra dos potes de Woman Sek no site oficial do produto, onde os preços são mais justos e a qualidade e entrega são garantidas.

Womax: Um plano de emagrecimento eficaz e definitivo

Womax: Um plano de emagrecimento eficaz e definitivo

Muitas pessoas que estão em busca de perder peso procuram por alternativas muitas vezes fáceis, mas que não dão o resultado esperado.

Mas com um plano de emagrecimento correto e acompanhado é possível emagrecer de verdade, em pouco tempo e não voltar a engordar novamente. Se você quer saber como isso é possível, continue lendo que vamos explicar tudo para você.

Womax o que é?

O Womax é um plano de emagrecimento mais do que completo, pois ele reúne um ebook com dicas, receitas e todas as informações que você precisa sobre alimentação saudável, emagrecimento e alimentos que ajudam a melhorar a saúde. Além disso, você ainda tem um aplicativo exclusivo com informações nutricionais, programa alimentar e acompanhamento da sua dieta.

Mas não para por aí, o Womax ainda possui um suplemento que absorve a gordura do seu corpo impedindo que ela seja absorvida e acumulada. Dessa maneira você consegue perder peso ainda mais rápido, pois seu corpo passa a usar as reservas de gordura para produzir energia.

Esses três pontos alinhados formam o mais potente plano alimentar para quem deseja emagrecer de verdade e com muito benefícios.

Womax bula

O Womax funciona e não é apenas um suplemento, mas sim um conjunto de ações que vão te ajudar a emagrecer e não engordar mais.

Tanto que o tratamento já começa antes mesmo do suplemento chegar em sua casa. Assim que efetua a compra já recebe o link para baixar o aplicativo e os ebooks para você baixar e começar a mudar sua alimentação. Quando o suplemento chegar você já terá acostumado o seu corpo a uma nova rotina alimentar. Assim, será mais fácil do suplemento fazer efeito.

O uso do produto deve ser contínuo e diário, de acordo com o womax bula o recomendado são duas cápsulas por dia, sendo uma de manhã e outra a noite. Essas cápsulas são as responsáveis por impedir que a gordura seja absorvida pelo corpo.

Womax anvisa

O Womax não é um medicamento, mas sim um suplemento natural e um plano alimentar. Por isso não é preciso de receita para comprar este produto. E ele possui aprovação pela Anvisa, que é a agência reguladora no Brasil. Com essa aprovação significa que ele está liberado para ser utilizado e que não apresenta efeitos colaterais para quem o está utilizando.

Leia também: Phytophen emagrece

Então se você quer emagrecer de verdade ele é a melhor solução.

Vale a pena?

Sim! Vale muito a pena, pois o womax não tem efeitos colaterais, já que ele ele é 100% natural e pode ser utilizado por qualquer pessoa.

Além disso, você recebe 4 ebooks que te ajudam a manter a dieta e a ter foca na sua luta contra a perda de peso.

Um plano alimentar bem estruturado é o segredo para um emagrecimento com saúde e definitivo.

Funciona mesmo? Minha Mulher testou e aconteceu ISSO! Womax emagrece?

Funciona mesmo? Minha Mulher testou e aconteceu ISSO! Womax emagrece?

1 Womax emagrece? Olha o que aconteceu quando minha mulher testou!
1.1 >>> SITE OFICIAL DO WOMAX <<>> SITE OFICIAL DO WOMAX <<<
Neste artigo eu vou falar mais sobre o Womax e também mostrar a opinião da minha esposa que testou o produto.

O que é o Womax?
Se você pensa que o Womax é apenas mais uma cápsula para emagrecer, está MUITO engano. Ele é muito mais do que um pote com comprimidos para perder peso. No “pacote” do Womax você ganha acesso também a um aplicativo que ajuda você na dieta. O aplicativo mostra a você os horários das refeições, quando você deve tomar as cápsulas e também mostra a sua evolução com o tratamento e a reeducação alimentar.

Um outro bônus são livros digitais que mostram os melhores cardápios, reeducação alimentar, dietas detox e muito mais.

Womax Fórmula 100% natural
Se você deseja emagrecer com saúde, precisa fazer tratamento apenas com fórmulas naturais. Esse é o caso do Womax, ele não possui contra-indicações por ser uma fórmula 100% natural que age através da queima de gordura e aceleração do metabolismo.

Para quem o Womax Funciona?
O Womax funciona para você que já tentou de tudo para emagrecer mas nada deu certo. Ele é para você que já tentou academia, dieta detox, reeducação alimentar ou tratamento com outros remédios sem ter sucesso. O Womax funciona porque ele já ajudou centenas de mulheres que passaram por esse mesmo problema: Tentar de tudo e não ter o resultado esperado.

Não existe sensação pior do que você ir em uma loja e não poder comprar a roupa que mais gostou porque não tinha o seu número. É muito ruim quando você faz um mês de academia e dieta e ao se pesar vê que ao invés de emagrecer, acabou engordando. A culpa disso não é sua, mas sim do seu metabolismo.

O tratamento com o Womax funciona ajuda a acelerar esse metabolismo e promover uma queima de gordura de forma natural com alguma semanas de uso, desde que você também siga o que diz o aplicativo no celular e as dicas dos livros digitais.

Não é nenhuma fórmula mágica, mas se você tiver foco e perseverança vai conseguir alcançar os mesmos resultados de outras pessoas que testaram o método. Veja abaixo:

Depoimentos

Resultado do tratamento com Womax
“Olá, me chamo Cristiane, tenho 35 anos e hoje vou falar o resultado que eu tive com o Womax! Gataaas, fiquei de boca aberta após fazer o tratamento e seguir a risca o que manda o aplicativo e os livros digitais que ganhei de bônus. Quando vi o anúncio deles no facebook, logo pensei que era apenas mais uma cápsula que prometia milagres como perder 10 kilos em uma semana ou algo parecido.

No entanto, ao entrar no site oficial do Womax eu vi que não era bem assim. Não se tratava de uma fórmula mágica, mas sim de um método passo a passo que qualquer pessoa pode seguir e conseguir o resultado esperado. É claro que isso depende de como cada corpo vai reagir, mas 99% das pessoas que testaram o produto conseguiram ter um resultado que antes era visto como impossível.

O meu objetivo era apenas perder alguns kilinhos que estavam me incomodando há muito tempo. Mais ou menos 8 dias após eu fazer a compra no site recebi o produto em casa e as instruções para baixar o aplicativo e os livros digitais.

Então comecei o desafio!

Além de tomar as cápsulas, eu elaborei um cardápio de reeducação alimentar com a ajuda dos livros digitais e do aplicativo, já que cuidar da alimentação faz parte do tratamento.

A ideia é você tomar as cápsulas e fazer a reeducação alimentar ao mesmo tempo para ter um resultado muito mais satisfatório e foi isso o que fiz.

Leia também: Phytophen funciona

Logo nos primeiros dias de uso eu notei algumas coisas, como:

Intestino regulado
Sensação de saciedade após as refeições
Redução dos níveis de colesterol
Metabolismo mais acelerado
Com exatas 4 semanas de uso das cápsulas e do aplicativo, eu resolvi me pesar para ver se todo o meu esforço estava dando algum resultado. Eu quase cai pra trás ao ver que com 4 semanas de tratamento eu já havia perdido 4,5 kg. Antes disso eu já tinha tentado de tudo para emagrecer mas nada dava certo. Perder mais de 4 kg pra mim foi uma vitória e me deu uma sensação muito boa! Com isso ganhei ânimo para seguir em frente com o Womax.

Com 2 meses de uso, eu já tinha queimado 8,3 kg, mesmo sem fazer academia ou dietas restritivas. Eu apenas mudei um pouco minha alimentação e comecei a tomar as cápsulas da forma que recomendaram (uma cápsula na manhã e uma na noite).

Como resultado eu voltei a vestir o 38 e agora me sinto muito bem comigo mesma, autoestima lá EM CIMA! Que sensação indescritível!”

Womax no reclame aqui!

Dei uma pesquisada antes de tirar total conclusão sobre o produto,mas me surpreendi
Todas as reclamações foram atendidas e o índice de solução é acima de 80%, o que é considerado muito bom.

Onde comprar Womax?
As vendas do Womax são feitas exclusivamente pela internet através desse site OFICIAL. A plataforma de pagamentos é a monetizze, considerada uma das mais seguras do país.

Leia também: Kifina Anvisa

Tem alguma contra-indicação?
As cápsulas do Womax não provocam efeitos colaterais ou possuem contra-indicações. Porém grávidas, lactantes e menores de 18 anos não devem consumir, assim como quaisquer outros produtos de emagrecimento sem que consultem um médico.

Qual prazo de entrega?
As cápsulas de Womax estarão nas suas mãos em um prazo de 3 à 10 dias úteis, podendo variar de acordo com o seu endereço de entrega.

Garantia de risco ZERO
O Womax oferece a você 30 dias de garantia para testar o produto, caso você não tenha o resultado poderá pedir 100% do seu dinheiro de volta.

Tem Registro na ANVISA?
Sim! O Womax é aprovado pela ANVISA e possui registro no Ministério da Saúde. Seu uso é seguro e permitido pelos órgãos regulamentadores do Brasil.

Como Tomar?
Você deve ingerir 1 cápsula de Womax antes do almoço e outra cápsula antes do jantar.

Você agora tem duas opções
Agora que você já sabe tudo sobre o Womax, tem apenas duas escolhas que pode tomar. A primeira é ignorar e esquecer tudo o que você leu, os resultados que viu e continuar insatisfeito(a) com seu corpo, sem poder comprar as roupas que gosta e infeliz com o que vê no espelho.

A segunda opção é você acreditar em si mesmo(a) e fazer um teste com o Womax seguindo o passo a passo que já ajudou centenas de pessoas a emagrecer com saúde sem precisar gastar rios de dinheiro com academia ou dietas malucas. Se outras pessoas conseguiram, o que impede você de também conseguir