Jejum Intermitente: O que é?

Quando se fala em emagrecimento logo surge alguma dieta da moda, hoje vamos falar sobre o Jejum intermitente, é preciso conhecer e ter cautela para não correr o risco que aderir aos métodos populares que podem, inclusive prejudicar sua saúde. Outro detalhe importante e que já comentamos aqui é a diferença entre emagrecer e perder peso.

Leia também: Kifina reclame aqui

Deixar de ingerir o alimento por um período de tempo pré-determinado é um ato muito antigo, mas que de certa forma foi resgatado e se resume ao ato de comer quando está com fome; deve ser composta por refeições balanceadas e menos vezes por dia e foge totalmente daquela tradição de 3 em 3 horas.

Leia também: Phytophen reclame aqui

Alguns benefícios têm sido observados em praticantes do jejum intermitente como: emagrecimento, redução da resistência à insulina, ação anti-inflamatória que geralmente pode causar outras doenças como câncer. Uma das orientações do jejum intermitente é a inclusão diária de legumes, verduras, carnes, ovos e gorduras boas. No jejum completo é permitido ingestão de água, chás ou café, mas sem açúcar.

Leia também: Jejum Intermitente

Alguns métodos são adotados para a prática, entre eles o método 16/8 envolve jejuns diários de 16 horas para os homens e 14-15 horas para as mulheres. Em cada dia, você pode restringir a sua alimentação a uma de 8-10 horas e incluir de 2-3 ou mais refeições. A opção 5:2 ou dieta rápida envolve a ingestão de 500-600 calorias durante dois dias da semana e a alimentação normal nos outros 5 dias.

Leia também: Farinha seca barriga reclame aqui

No jejum de 24 horas, pode ser feito duas vezes na semana. O jejum de 36 horas exige muito mais do seu organismo e não é recomendado para todos e requer um acompanhamento mais rigoroso e por fim a do Guerreiro que permite vegetais durante o dia e algumas frutas e à noite pode fazer uma refeição normal; priorizando sempre a alimentação natural.

Quando se inicia a redução de alguns alimentos como açúcar, massas, processados e ultraprocessados é possível observar diferenças significativas na saúde e lógico que quando começa queimar mais calorias do que consome o resultado é notado. De acordo com estudo realizado em 2017 e publicado Journal of the International Society of Sports Nutrition, observou-se que o jejum intermitente que pode ser similar a restrição diária de calorias. Não recomenda-se a prática do jejum em alguns casos como gestação, infância e adolescência, lactação, diabéticos e outras situações que exigem restrições.

Esse conteúdo não tem por objetivo incentivar o jejum intermitente, pois é fundamental o acompanhamento de um profissional que direcionará a estratégia que atenda a demanda nutricional e se encaixe no ritmo diária individualmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *